Alimentação

O que um churrasco argentino precisa ter? Veja dicas para acertar no seu preparo

Em um bom churrasco argentino, não pode faltar o bife de chorizo servido com molho chimichurri
Em um bom churrasco argentino, não pode faltar o bife de chorizo servido com molho chimichurri

Carne de chorizo, sal de parrilla, molho chimichurri… existem alguns ingredientes que não podem faltar em um bom churrasco argentino. Mas, além de se caracterizar pelo uso de determinados cortes de carnes e temperos, esse tipo de churrasco se diferencia quanto ao modo de preparo. Geralmente, os argentinos preparam o churrasco em uma parrilla (um tipo de grelha com canaletas) usando lenha no lugar do carvão. Além disso, os acompanhamentos argentinos são bem diferenciados: em vez dos tradicionais arroz, farofa e molho vinagrete, eles preferem saladas e legumes assados. Bem interessante, né? Continue lendo para saber o que todo churrasco argentino precisa ter!

Como preparar um churrasco argentino?

Antes de tudo, é muito importante montar uma lista dos alimentos e ingredientes que serão utilizados no preparo do churrasco argentino. Assim, fica mais fácil organizar as compras sem correr o risco de esquecer algo importante. Confira os principais itens para essa refeição:

Aposte em bifes de chorizo, ancho, de lomo e asado de tira

Quando se trata de fazer um churrasco argentino, a ideia é abrir mão de cortes de picanha, linguiça e frango, que são bastante comuns no Brasil. Os argentinos, para quem não sabe, preferem usar cortes de contrafilé - parte tirada da lateral superior do gado (acima da costela). Bifes de chorizo, tirados da parte central do contrafilé, e de ancho, que ficam na parte traseira do contrafilé, são os preferidos dos hermanos e costumam ser temperados com sal de parrilla.

Para dar sabor sem comprometer a umidade da carne, o ideal é aplicar o sal apenas uns 30 ou 20 minutos antes de assar. Algumas pessoas, inclusive, preferem temperar a peça apenas após o preparo - assim, é possível manter a textura, a umidade e o gostinho do bife. Vale destacar também que, em um bom churrasco argentino, as carnes são feitas com gordura - então, nunca tire essa parte das peças, ok?

Outras carnes bastante usadas no churrasco argentino: asado de tira (tiras extraídas da costela no sentido transversal dos ossos); bife de lomo (nosso filé mignon); vacio (fraldinha) e colita de cuadril (peça tirada do quadril do boi, equivalente à maminha)

Acompanhamento para churrasco: faça legumes assados, saladas e batata frita

Para a refeição ficar completa, é importante apostar em acompanhamentos para churrasco. Mas, enquanto no Brasil é comum ter arroz, farofa, molho à campanha e salada de maionese, na Argentina a preferência fica com pratos feitos com legumes e verduras. Para aromatizar os alimentos, uma boa dica é cortar os legumes (como batata e cenoura) e levá-los para grelhar junto com as carnes. Você também pode fazer saladas verdes, queijo provolone na grelha, batata frita ou até mesmo as tradicionais empanadas argentinas. Assim, o cardápio fica bem completo, ao gosto dos hermanos.

Prepare molho chimichurri para servir com as carnes

Muito consumido com carnes de churrasco na Argentina e no Uruguai, o chimichurri é um tipo de molho feito com ervas (salsinha, cebolinha, orégano), pimentas, azeite, vinagre e outros temperos (como o alho), formando uma mistura verde bem saborosa. Esse tipo de molho deve ser servido por cima dos bifes de chorizo, ancho e outras peças. Fica de dar água na boca!

Matérias: Alimentação

Ver mais