Economia do lar

Não é caro ser saudável! Descubra como ter uma boa alimentação sem que os custos pesem no bolso

Uma boa dica para comer saudável sem gastar muito é passar a consumir massas integrais - elas são bem mais nutritivas, saudáveis e custam apenas um pouco mais que as tradicionais
Uma boa dica para comer saudável sem gastar muito é passar a consumir massas integrais - elas são bem mais nutritivas, saudáveis e custam apenas um pouco mais que as tradicionais

Muita gente acredita que se alimentar de forma saudável (comer menos embutidos e mais vegetais e frutas, por exemplo) é algo caro. No entanto, esse é um dos maiores mitos que existem, sabia? É possível sim ter bons hábitos alimentares sem gastar demais - basta aproveitar os alimentos da estação e, de preferência, os que estão em promoção. Dá uma olhada nas dicas que separamos para passar a comer saudável e sem que os gastos pesem no bolso!

Passe a comprar mais frutas e legumes da estação

Uma ótima dica para quem quer comer saudável gastando pouco é procurar por frutas e legumes da estação. Quando comprados na época certa, os alimentos saem mais em conta e podem ser encontrados em maior quantidade. Por isso, a nossa sugestão é justamente tentar comprar os alimentos de acordo com a época e, de preferência, aproveitando possíveis promoções. Lembre que o ideal é comprar os vegetais semanalmente para que, assim, eles fiquem mais frescos na hora da refeição e não corram o risco de estragar.

Aproveite as cascas e talos dos alimentos para fazer novas receitas

Para não desperdiçar alimentos e tentar ser mais saudável no dia a dia, aqui vai uma dica de ouro: use as cascas e talos dos vegetais (como cenoura, batata, aipo e espinafre) para fazer novas receitas. Essas partes dos alimentos - que muitas pessoas têm o hábito de descartar - são ótimas para preparar sopas, omeletes, risotos e outras receitas. Os talos, em especial, podem ser cortados em pedaços bem pequenos e, então, usados para temperar pratos diferentes. Seguindo essa lógica de aproveitar todas as partes dos vegetais, você inventa receitas diferentes e até consegue economizar mais.

Massa integral é mais saudável e custa apenas um pouco mais que a tradicional

Outra mudança que você pode (e deve) realizar na hora das compras é dar preferência às massa integrais. Elas são bem mais nutritivas, saudáveis e não pesam tanto no bolso. A diferença de preço entre um saco de macarrão tradicional e um integral, por exemplo, costuma ser entre R $0,30 e R$ 0,50. Ou seja, as massas integrais são apenas ligeiramente mais caras, de modo que vale super a pena incorporá-las à dieta. Fica a dica!

Evite comer na rua! As marmitas caseiras tendem a ser mais nutritivas e saudáveis

Que tal começar a levar marmitas mais saudáveis para o trabalho? Quem tem o costume de comer fora com muita frequência sabe como essa brincadeira sai bem mais cara do que levar a comida de casa. Por isso, a nossa dica é justamente investir nas marmitas! Você pode preparar as comidas de forma mais saudável - ou seja, evitando frituras, gorduras e reduzindo a quantidade de sal, por exemplo. Lembre que comer saudável não significa apenas acrescentar mais legumes, verduras e frutas à dieta, mas também evitar alimentos (como os embutidos e processados) no dia a dia.

A nossa sugestão é sempre preparar uma marmita de salada - com folhas, tomate e cebola, por exemplo - e outra com a refeição principal, que pode ser formada por arroz, feijão, legumes e uma proteína (um pedaço pequeno de carne, por exemplo). Esse é um tipo de almoço bem saudável, nutritivo e que cabe no bolso de todo mundo!

Matérias: Economia do lar

Ver mais