Economia do lar

5 dicas para economizar gás de cozinha sem sofrimentos

Uma boa dica para economizar gás de cozinha é usar panelas maiores que as bocas, para que assim as chamas fiquem em contato direto com o fundo
Uma boa dica para economizar gás de cozinha é usar panelas maiores que as bocas, para que assim as chamas fiquem em contato direto com o fundo

Quando se trata dos gastos com a cozinha, o preço do gás costuma ser uma das principais preocupações. Afinal, esse é um dos maiores custos de um dono ou dona de casa, e por isso nada mais justo que aprender uns truques para economizar, né? Para provar que é possível, sim, cozinhar de forma mais econômica (e rápida), a gente separou 5 dicas infalíveis de como reduzir os gastos com o gás de cozinha. Você vai descobrir que os pequenos detalhes fazem total diferença! Dá uma conferida:

1. Evite o 'abre e fecha' do forno

Um dos principais truques para economizar gás de cozinha é evitar abrir o forno muitas vezes. Isso porque esse "abre e fecha" faz com que o ar quente saia de dentro do eletrodoméstico, dissipando o calor responsável pelo cozimento. Logo, quanto menos vezes você abrir a porta do forno, mais rápido o seu alimento ficará pronto - gastando uma quantidade menor de gás. Bem simples, né?

Obs.: Uma boa dica para controlar o cozimento (sem precisar abrir o forno) é usar a luz interna para observar o alimento que está sendo preparado. O ideal é abri-lo apenas quando for necessário movimentar os itens na travessa (geralmente carnes, pães de queijo e outros assados).

2. Use a panela de pressão com mais frequência

Usar a panela de pressão para cozinhar os alimentos é outra dica que faz total diferença! Isso porque, graças à pressão (que faz com que a temperatura de ebulição aumente), dá para reduzir significativamente o tempo de preparo de muitos alimentos, como arroz, macarrão, feijão, carnes e legumes. Outra dica muito boa é deixar os alimentos de molho antes de colocá-los no fogo. O feijão, por exemplo, pode ser deixado em uma bacia com água de um dia para o outro. Assim, na hora de cozinhar, ele vai ficar pronto muito mais rápido - fica a dica!

3. Cozinhe com as tampas fechadas

Outro hábito que você pode adotar na hora de cozinhar (que também vai garantir uma boa economia do gás) é o uso mais frequente das tampas de panelas. Pode reparar que, quando deixamos as panelas bem tampadas, os alimentos cozinham com mais rapidez - pois o ar quente fica todo retido, acelerando o preparo. O lado bom é que você pode fazer isso com a maioria dos alimentos (no cozimento do arroz, carnes, massas e até mesmo na hora de ferver a água do macarrão). Pode apostar que vai ser um avanço ótimo para a economia do gás!

Atenção: Panelas com o fundo amarelado podem sinalizar uma possível perda de gás. Então, caso isso esteja acontecendo com muita frequência, pode ser um sinal de que as chamas estão desreguladas. Nesse caso, uma boa dica é chamar um profissional para verificar o seu fogão. Pode parecer bobeira, mas a longo prazo, vai evitar bastante o desperdício de gás.

4. Não use panelas pequenas em bocas grandes

Um dos principais erros que as pessoas cometem é, justamente, o uso de panelas pequenas em bocas muito grandes. Neste caso, as chamas não ficam em contato direto com o fundo do recipiente - o que faz com que o cozimento demore bem mais e, consequentemente, aumente também o consumo do gás de cozinha. Por isso, antes de colocar a panela no fogão, certifique-se de que ela tem o tamanho adequado para a boca em questão (o queimador deve ficar totalmente coberto pela panela, ok?). Outra dica interessante é limpar sempre o forno e o fogão para que as chamas possam crescer normalmente, sem empecilhos - limpeza na cozinha nunca é demais, né?

5. Fique de olho em possíveis vazamentos

Para evitar possíveis acidentes (e também garantir economia), é fundamental ficar de olho em possíveis vazamentos. Por isso, uma das principais dicas é verificar sempre a instalação do botijão, o que é até bem simples de fazer: pegue uma esponja com detergente e deposite um pouco do seu conteúdo em cima da válvula do botijão. Caso surjam bolhinhas na região, é sinal de que existe um vazamento no local. Na maioria das vezes, você só vai precisar apertar melhor a válvula para impedir a saída do gás. Mas, se mesmo assim não funcionar, você vai precisar trocar a peça por uma nova - o que também não é muito difícil. Com todas essas dicas, a gente tem certeza que os gastos com o gás de cozinha vão diminuir muito!

Matérias: Economia do lar

Ver mais