Alimentação

Perdendo o medo da panela de pressão: um guia desde a escolha ideal até como usá-la como um expert

Existem vários tipos de panela de pressão, mas uma coisa é certa em todos eles: só é permitido tirar a tampa quando a pressão tiver saído completamente
Existem vários tipos de panela de pressão, mas uma coisa é certa em todos eles: só é permitido tirar a tampa quando a pressão tiver saído completamente

Um dos maiores medos de quem não tem muita experiência na cozinha é usar a panela de pressão - já que todo mundo sempre fala do risco delas estourarem e causarem um acidente daqueles em casa! No entanto, recorrer a ela na hora de preparar certas refeições nem precisa ser um bicho de sete cabeças assim: basta escolher o modelo ideal e aprender a usar do jeito certo para evitar qualquer problema. Então, para te ajudar a perder a tensão com essa tarefa, preparamos um guia especial que vai te deixar quase um expert no assunto.

Panela de pressão pode ser de alumínio ou inox

Antes de mais nada, você precisa saber que a panela de pressão que você for comprar precisa ter o selo de aprovação do Inmetro - o que vai garantir que ela realmente não oferece riscos durante o uso. Também precisa levar em conta que o utensílio pode ser feito de dois materiais diferentes: alumínio ou inox. Mas qual é o melhor? O primeiro, apesar de oferecer um bom aquecimento, pode criar manchas ao longo do tempo, enquanto o segundo tem a vantagem de manter uma boa aparência por mais tempo, poder ir na lava-louças, não oxidar e ainda fazer com que o calor seja melhor distribuído enquanto a comida é preparada.

Mas independentemente da versão escolhida, uma boa dica para te facilitar - e muito - na hora da limpeza da panela é apostar em uma que conte com um revestimento interno antiaderente - que é ótimo por impedir que os restos de comida grudem.

Tampa com fechamento externo é mais prática e acelera o preparo da comida

Além de aparecer em dois materiais diferentes, outro detalhe que você precisa levar em conta quando for comprar a sua panela de pressão é o de que ela pode ter tampa com fechamento interno ou externo. Apesar de antigamente a interna ser a mais comum, a externa tem aparecido em modelos mais moderno e é mais prática de ser manuseada e torna o tempo de cozimento mais rápido.

Panela de pressão de 2 a 5 litros é suficiente para quem mora sozinho

O tamanho da panela de pressão - ou seja, quantos litros ela é capaz de suportar - também deve ser avaliado para que você faça a melhor escolha. Como quem mora sozinho costuma cozinhar em pouca quantidade, nem precisa apostar em uma versão grande - como a de 5 litros, por exemplo. Em geral, panelas de 2 litros são suficientes para quem faz comida apenas para um. Já se a família é bem grande e você precisa cozinhar mais, pode escolher os modelos maiores sem medo.

A panela só pode ser aberta quando não estiver saindo pressão

Ok, mas e na hora de botar a mão na massa? Nas panelas de pressão que não contam com mecanismos que ajudam a indicar quando o alimento está pronto, a dica para não fazer a abertura no momento errado - ou seja, quando ela ainda estiver com pressão - é conferir a válvula. Se perceber liberação de vapor, espere; mas, se não estiver saindo mais nada, pode abrir a panela sem medo. Lembrando que em muitos casos é preciso levantar essa válvula com a ajuda de um garfo ou colher para ter certeza que todo o vapor saiu completamente.

Tirou a comida no ponto errado? Acrescente mais água e coloque para cozinhar mais tempo

Se acabar errando o ponto da comida e desligar a panela de pressão antes da hora, calma que você não estragou a refeição. Para resolver o problema, é só acrescentar mais um pouco de água e continuar cozinhando normalmente até que o alimento esteja devidamente pronto.

Conheça os principais tipos de panela de pressão:

Ainda falta um pouco para você virar um verdadeiro expert! Na hora de escolher o melhor modelo de panela de pressão para comprar pode bater aquela dúvida sobre qual realmente vale mais a pena. Afinal, são tantas opções! Para não errar, separamos 4 dos mais comuns para você não ficar perdido no momento em que for escolher a sua:

Panela de pressão tradicional

Com apenas uma ou duas válvulas de segurança, a versão comum da panela de pressão precisa ser monitorada constantemente durante o preparo da comida, além de também liberar muito vapor durante todo o funcionamento. Nesses casos, é melhor prestar atenção no tempo de cozimento de cada receita.

Panela de pressão elétrica

Por contar com um controle interno de temperatura, é bem mais segura que a versão tradicional. Além disso, também tem válvula de controle de pressão e um travamento de segurança na tampa - que impede sua abertura enquanto o gás ainda estiver saindo. Em geral sua válvula libera a pressão na vertical, e não na horizontal, o que é ótimo para quem ainda fica inseguro na hora de usar esse utensílio por fazer com que a pressão saia mais rápido. Lembrando que esse tipo de descompressão aparece em outros modelos, e não só na panela de pressão elétrica, ok?

Panela de pressão com visor

A tampa dessa panela tem uma parte que é feita de vidro, permitindo a checagem do ponto de cozimento sem que seja preciso levantar a tampa - como acontece nas demais versões. Se você é uma pessoa que morre de medo de ficar abrindo e fechando a panela, por mais que ela esteja sem pressão, esse modelo é o ideal para resolver os seus problemas.

Panela de pressão italiana

Esse modelo italiano conta com um fundo triplo que faz o alimento aquecer de maneira mais rápida. Mas esse não é o seu único diferencial: ela também se destaca pelo formato diferente das demais, pela segurança de suas três válvulas e pela borracha com ótima vedação. Além disso, para a felicidade de quem é meio estabanado na cozinha, as alças não esquentam!

Matérias: Alimentação

Ver mais