Pets

Quais alimentos cachorro pode comer? Descubra se você pode dar sua comida para o pet

A cenoura é fonte de betacaroteno (um tipo de antioxidante), vitaminas e minerais importantes para a saúde dos cães
A cenoura é fonte de betacaroteno (um tipo de antioxidante), vitaminas e minerais importantes para a saúde dos cães

Quem é que resiste à carinha fofa dos pets pedindo comida? Esse é um dos maiores desafios de quem tem cachorro: negar certos alimentos (como chocolates e doces) quando o pet faz aquele olhar pidão. Não é nada fácil resistir, né?

Mesmo com toda a tentação, é importante que você saiba que nem todos os alimentos são permitidos na alimentação canina, pois podem intoxicar, deixar o cão doente ou hiperativo, dependendo do caso. Para que você conheça as comidas que estão liberadas, nós fizemos uma lista bem completa. Assim, você pode alimentar o cãozinho sem medo!

Batata cozida sem tempero está liberada

Fonte de carboidratos, fibras e nutrientes importantes, a batata é aquele tipo de alimento que não costuma faltar na dieta humana. Pode ser cozida, frita, assada, temperada com sal, hortaliças e por aí vai. Fica deliciosa de qualquer jeito!

No entanto, quando se trata de alimentar o doguinho, é importante tomar cuidado para não usar temperos, pois alguns ingredientes podem ser tóxicos. O ideal é cozinhar a batata na água até que ela fique bem molinha, esperar esfriar um pouco e servir ao pet sem nada. A boa notícia é que você pode servir diferentes tipos de batata: doce, inglesa ou yacon, é só ir variando.

Adicione brócolis cozido à ração do pet

Esse vegetal não é benéfico apenas para a dieta dos humanos, sabia? O brócolis também pode ser introduzido na alimentação dos pets, desde que seja preparado da maneira certa. O ideal é que você o sirva da mesma forma que a batata - cozido na água sem tempero nenhum. Você também pode misturar esse vegetal com a ração para tornar a dieta do doguinho mais saudável e nutritiva.

Pedaços de frango e carne sem tempero também são permitidos

É difícil encontrar um cachorro que não goste de carne, né? Caso ele sinta o cheirinho do churrasco, ainda por cima, pode se preparar que a carinha de pidão vai ser poderosa! A boa notícia é que as carnes (incluindo frango) podem sim fazer parte da dieta do cão. Mas é importante que você as sirva levemente cozidas e sem tempero nenhum. Uma boa sugestão é misturar a carne com a ração ou então com o brócolis e a batata para que fique uma refeição mais nutritiva.

Sirva rodelas de banana como aperitivo

Existem algumas frutas que os pets também costumam amar, sabia? A banana com certeza é uma delas - fornece minerais, vitaminas e tem um sabor adocicado que faz bastante sucesso. Uma boa dica é dar essa fruta ao cachorro no lugar dos biscoitos industrializados - ela é muito mais saudável e funciona como ótimo aperitivo.

Maçã também está liberada como lanche

No grupo das frutas liberadas para a dieta canina, a maçã é outra que merece destaque. Ela é bem docinha, tem uma grande quantidade de água e é inofensiva para os pets. Assim como a banana, ela pode ser servida como aperitivo na parte da tarde.

Outras frutas liberadas para os cães: pera, kiwi, morango, manga, melancia e goiaba.

Cenoura e abóbora podem complementar a ração do pet

Vale destacar que outros vegetais, como a cenoura e a abóbora, também são benéficas e podem fazer parte da alimentação dos cachorros. As duas são fontes de betacaroteno (um antioxidante importante), vitaminas e minerais que fortalecem o organismo dos pets. Além disso, você pode adicionar outros alimentos naturais à dieta canina, como inhame, beterraba, chuchu, mandioca, espinafre, quiabo e couve. Todos eles devem ser cozidos apenas na água (nunca com sal e outros temperos), ok?

Em vez de montar um cardápio canino exclusivamente com ração, que tal introduzir também um mix de vegetais + carne e algumas frutas? Aposto que o seu doguinho vai amar essa variedade toda!

Matérias: Pets

Ver mais