Pets

Quanta comida dou para o meu cachorro? Aprenda a calcular com base no tamanho do seu pet

É preciso ficar atento para não dar ração demais ou de menos para o seu cachorro
É preciso ficar atento para não dar ração demais ou de menos para o seu cachorro

Quando se trata de alimentar o bicho de estimação, todo cuidado é pouco. Afinal, existem alguns alimentos que os pets não podem comer de jeito nenhum, fora a quantidade de ração que deve ser sempre controlada. O problema é que muita gente não se preocupa com isso e, assim, acaba dando comida demais (ou de menos) para o bichinho. Para te ajudar nesse quesito, nós preparamos um tutorial simples para que você calcule a quantidade certa de comida diária para dar ao cachorro. Confira e aprenda!

Aprenda a calcular de acordo com o peso do cachorro

Você sabia que dá para calcular a quantidade de ração de acordo com o peso e o tamanho do pet? Cachorros de porte pequeno, por exemplo, devem comer uma quantidade bem menor de comida e você pode calcular isso de acordo com o peso. Além disso, vale destacar a importância de o animal praticar algum exercício físico (caminhadas ou corridas diárias), pois isso também influencia na dieta. Afinal, cachorros que gastam bastante energia precisam de uma alimentação especial. Para ajudar, nós fizemos uma lista baseada nos diferentes portes de cachorro. Dá uma olhada:

- Porte miniatura (de até 3 kg): o ideal é que a quantidade de ração seja correspondente a 7% do peso corpóreo do animal. Ou seja, caso o cachorro pese 2 kg, ele precisa comer 210 g de ração por dia (um consumo mensal de 6,3 kg).

- Porte miniatura II (de 3 a 5 kg): a ração deve corresponder a 6% do peso corpóreo do animal. Ou seja, caso ele pese 5 kg, a alimentação deve ser de 300 g de ração por dia (um consumo mensal médio de 9 kg).

- Porte pequeno (de 5 a 10 kg): a quantidade de ração deve ser 5% do peso do animal. Ou seja, caso o cão pese 10 kg, ele deve receber 500 g de ração por dia (um consumo mensal médio de 15 kg).

- Porte médio (de 10 a 25 kg): a quantidade de ração também deve corresponder a 5% do peso do cachorro. Ou seja, caso ele pese 25 kg, deve comer 1,25 kg de ração por dia (um consumo mensal médio de 37,5 kg).

- Porte grande (de 25 a 40 kg): o ideal é que a ração corresponda a 4,5% ou 5% do peso do animal. Ou seja, caso o cachorro tenha 40 kg, ele deve receber 1,8 kg ou 2 kg de ração por dia (um consumo mensal médio de 54 a 60 kg).

- Porte gigante (mais de 40 kg): a ração diária deve corresponder a 3,5% ou 4% do peso do animal. Ou seja, caso o cão pese 45 kg, ele deve receber 1,575 kg ou 1,8 kg de ração por dia (um consumo mensal médio de 47,25 a 54 kg).

Obs.: Vale destacar que é fundamental fazer um acompanhamento com um bom veterinário para saber se o cachorro está no peso ideal (de acordo com o tamanho e a raça, por exemplo).

Aliás, a alimentação deve ser montada analisando uma série de fatores - inclusive idade e possíveis condições especiais que o bicho tenha. Geralmente, animais mais idosos tendem a comer menos, pois já não gastam tanta energia quanto os mais jovens.

Fique atento à ração dos filhotes

Também é importante lembrar que a alimentação dos filhotes deve ser feita de forma diferenciada. Após serem desmamados, eles devem se alimentar cerca de 4 ou 5 vez por dia. Além disso, o ideal é que eles recebam por dia uma quantidade de ração correspondente a 10% do seu peso corpóreo. Distribua essa quantidade em pequenas porções diárias que não tem erro!

Matérias: Pets

Ver mais