Pets

Picolé para cachorro: aprenda a receita para refrescar seu pet

  
 
 
       
 Picolé para cachorros deve ser feito com frutas e água, sem açúcar ou derivados do leite.
Picolé para cachorros deve ser feito com frutas e água, sem açúcar ou derivados do leite.

A chegada do verão faz os nossos pets sofrerem com o calor e o picolé para cachorro pode ser um aliado para aliviar as altas temperaturas. Esse tipo de petisco anda cada vez mais famoso, principalmente nas cidades onde o calor não perdoa. Além da variação na alimentação, o verão também demanda outros cuidados, visto que os cães também podem se sentir incomodados com os dias muito quentes.

Você sabe como fazer picolé para cachorro? Reunimos algumas dicas com receitas legais para você fazer o petisco gelado para seu amor de quatro patas. Dá só uma olhada!

Cachorro pode comer picolé?

Quando falamos sobre picolé de cachorro muita gente reage de forma estranha. A verdade é que sim, cachorro pode comer picolé e sorvete, mas não aqueles consumidos pelos humanos. Eles não podem ingerir as guloseimas que tiverem adição de açúcar, leite, leite condensado e derivados. Por isso, o ideal é que o tutor prepare um picolé para cachorro especial para o pet. Nada de pegar aquele picolé ou sorvete que você adora e oferecer ao seu cão, pois isso poderá trazer uma série de problemas gastrointestinais e alergias. Por ser um petisco que o próprio tutor prepara, muitos pais de pets gostam muito da ideia por estreitar a relação entre cachorrinho e dono.

Qual a melhor receita de picolé para cachorro?

Você pode pensar que fazer picolé de cachorro seja algo demorado e elaborado, mas o modo de preparo do petisco gelado pode ser mais fácil do que você imagina. Essa receita de picolé para cachorro contém só dois ingredientes: uma fruta de sua escolha e água. Para preparar, basta pegar os pedaços da fruta escolhida descascados e sem sementes, adicionar a água e bater tudo no liquidificador. Depois disso, é só pegar a mistura, colocar em forminhas de picolé e deixar no congelador até que o sorvetinho esteja pronto.

Mesmo com apenas dois ingredientes, é preciso estar atento à fruta escolhida para fazer o picolé de cachorro. Mesmo sendo alimentos naturais, existem algumas frutas que cães não podem comer, como o abacate e a uva. Por isso, é preciso escolher uma fruta liberada para os pets. As principais frutas que podem ser oferecidas e costumam ser escolhidas para fazer o picolé para cachorro são:

  • banana;
  • pera;
  • morango;
  • manga;
  • goiaba;
  • kiwi.

Como fazer picolé de ração para cachorro?

Outra opção para quem busca praticidade é a receita de picolé para cachorro com ração. O ideal para preparar é escolher um alimento canino de qualidade como a Ração Para Cães Grande Porte Sabor Carne e Vegetais Adulto Qualitá e a Ração Para Cães Raças Pequenas Sabor Carne Qualitá. O modo de fazer é bem parecido com o picolé de frutas, basta bater a quantidade de ração que você deseja no liquidificador, adicionando água aos poucos. Depois disso, coloque em forminhas de picolé e deixe no freezer até congelar. Além de ser uma ótima forma de variar a dieta do seu pet com um alimento de qualidade, você estará proporcionando um refresco nos dias calorentos. Não se esqueça que o picolé só deve ser oferecido como petisco e, mesmo que seja feito com ração, não deve substituir nenhuma refeição diária do cachorro.

Matérias: Pets

Ver mais