Lavanderia

Algodão, seda, poliéster e tricô: qual a forma certa de lavar esses tipos de tecidos?

Cada tipo de tecido tem uma lavagem diferente, por isso é preciso ficar atento para não danificar nenhum deles por pura falta de atenção
Cada tipo de tecido tem uma lavagem diferente, por isso é preciso ficar atento para não danificar nenhum deles por pura falta de atenção

Lavar roupa não significa jogar tudo que está sujo na máquina de lavar. Dependendo da quantidade e do tipo de tecido que você tiver o processo pode ser longo, mas ainda assim nada complicado. E para garantir que elas durem mais tempo sem sofrer com tanto desgaste nós reunimos algumas dicas infalíveis para lavar peças de algodão, seda, poliéster e tricô. Dá uma olhada:

Olhe sempre a etiqueta da roupa

Antes de mais nada separe os tecidos brancos para evitar que na lavagem os coloridos soltem tinta e no fim você tenha um monte de peça manchada. Depois, olhe com calma o que diz na etiqueta. Nem todo mundo presta atenção nesse detalhe, mas ele é muito importante! Afinal, alguns tipos de tecido não devem ser jogados na máquina e a lavagem de cada um deles pode mudar também.

Algodão pode ficar de molho antes de ir para a máquina

Confortáveis, resistentes e fáceis de lavar, as peças de algodão são boas para todas as estações do ano. Lembrando que aqui não falamos só das roupas, já que os lençóis de algodão são usados por praticamente todo mundo. Inclusive, eles são ideais para as noites quentes de verão, porque não retêm umidade. Mas fique atento: as peças coloridas novas não devem ser misturadas com outras na primeira lavagem porque podem soltar tinta.

Antes de começar o processo, vire a roupa do avesso - a não ser que tenha alguma mancha na frente, porque nesse caso é melhor deixar do jeito que está para tentar se livrar dela. Uma boa sugestão é dissolver bem o sabão em pó em um balde com água e deixar o tecido de molho lá por um tempo antes de ir para a máquina. Você também pode adicionar uma colher de bicarbonato de sódio para cada litro de água para ajudar a tirar a sujeira.

Utilize sempre água fria e evite o excesso de sabão em pó para não acelerar o processo de envelhecimento da peça. Depois, enxágue bem para remover todos os resíduos e evitar manchas na sua roupa. Também é possível lavar à mão, o que é especialmente recomendado no caso das peças mais delicadas. Preste atenção na hora de enxaguar, porque quando a água escorre limpa isso significa que a roupa está pronta.

Seda não deve ficar muito tempo imersa na água

Roupas de seda são suaves, oferecem benefícios para a saúde da pele e cabelos e ainda proporcionam uma sensação de conforto. Uma dica interessante para antes de iniciar a lavagem é colocar um tecido branco úmido em cima da peça de seda colorida e passar o ferro nele. Caso solte a tinta, ela não poderá ficar de molho e terá que ser lavada separadamente.

Lavar a peça à mão é o mais recomendado. Dessa forma, você a conserva por mais tempo e não corre o risco de danificar o material. Tente não demorar para lavar o tecido, porque a imersão na água por muito tempo pode deformar a seda. Utilize água morna e detergente neutro ou especial para esse tipo de peça. Também evite torcer a roupa. O ideal é enrolar em uma toalha para remover o excesso de água. Por fim, evite colocar para secar no sol para que a seda não desbote.

Poliéster não combina com altas temperaturas

Poliéster é um tecido sintético que possui boa elasticidade, o que ajuda na lavagem. Normalmente, esse material é utilizado na confecção de roupas de academia, bermudas, calças e blusas esportivas. Aqui, a dica é bem rápida! Para conservar a sua peça é só selecionar o modo delicado da máquina de lavar. Isso porque o tecido é derivado do plástico, então é preciso evitar as altas temperaturas e não deixar ele centrifugar muito.

Tricô não deve ser torcido no processo de lavagem

Nos dias de frio elas saem do armário. Além de charmosas, as roupas de tricô são superconfortáveis e esquentam bastante. E para conservá-las novinhas por muito mais tempo o truque é não usar a máquina de lavar para não danificar os fios.

É aconselhável lavar as peças à mão com sabão de coco ou sabão líquido dissolvido na água. Você também pode usar detergente neutro. O sabão em pó encolhe e endurece esse tipo de material, então ele deve ser deixado de lado. Evite esfregar a roupa de lã: o melhor é ir apertando o material, deixar enxaguar bem e no final repetir o processo adicionando o amaciante.

Torcer o tricô não é legal, por isso a sugestão é mais uma vez usar a técnica de enrolar a roupa numa toalha e espremer para remover o excesso da água. Caso você precise utilizar a máquina de lavar, a dica é usar saquinhos específicos para lavagem de roupas delicadas. Nesse caso, coloque a peça do lado avesso e a deixe bem justa no saco - se quiser, pode até dar um nó. Não se esqueça de selecionar o ciclo delicado da sua máquina para evitar o desgaste da peça.

Matérias: Lavanderia

Ver mais