Pets

Você tem um gato obeso? O que fazer para que o pet emagreça com saúde

Para que o gato obeso emagreça de forma saudável, uma boa dica é investir em rações lights ou para gatos castrados
Para que o gato obeso emagreça de forma saudável, uma boa dica é investir em rações lights ou para gatos castrados

Apesar de muitas vezes parecem fofos, gatos obesos (ou com sobrepeso) podem apresentar muitos problemas de saúde, sabia? A longo prazo, a obesidade felina é capaz de desenvolver doenças como a diabetes (já que eleva as taxas de glicose do animal) e reduzir a qualidade e a expectativa de vida do felino - aumentando riscos de enfermidades nos ossos, colesterol alto, hipertensão e outras complicações de saúde.

Para que você possa evitar todos esses problemas, nós separamos algumas dicas de como ajudar o pet a emagrecer com saúde (desde a escolha da ração ideal à quantidade de comida certa para o bichano) e para identificar se o seu gato realmente está acima do peso.

Gato obeso: como saber se o seu pet está acima do peso?

Por mais que, em termos técnicos, a obesidade felina seja diagnosticada de acordo com o excesso de massa corporal do seu gato (e, justamente por isso, é muito importante levá-lo ao veterinário!), identificar se o seu pet está acima do peso é bem mais fácil do que parece. Vamos começar com algumas análises básicas, ok?

Segundo a tabela de escore corporal (método de análise indicado por especialistas para saber se o seu gato está ou não com sobrepeso), quando os bichanos apresentam a barriga arredondada, distendida e sem a possibilidade de sentir as costelas, é provável que ele esteja com a massa corporal muito acima do peso esperado. Neste caso, o ideal é levá-lo ao veterinário para ter um diagnóstico preciso e seguir as recomendações do especialista!

Dietas para gatos obesos fazem uso de rações específicas 

Para que o seu gato tenha uma alimentação balanceada, é muito importante ficar de olho nos nutrientes e nas recomendações da ração do seu pet. Gatos obesos, por exemplo, precisam seguir dietas específicas que normalmente envolvem rações secas e com uma quantidade pequena de gordura, como a ração light e a ração para gatos castrados - bichanos mais propensos a desenvolver a obesidade felina devido à mudança de hábitos alimentares depois da castração.

Saber o que o gato pode comer também é importante para prevenir a obesidade felina

Se o felino apresentar dificuldades em aceitar a ração, tente incrementá-la com petiscos saudáveis que podem fazer parte da alimentação do gato, como carne de frango cozida, vegetais (brócolis, cenoura, beterraba, couve e abóbora podem ser boas opções) e frutas (como maçã, banana e pera). Só não se esqueça de consultar um especialista antes de introduzir os alimentos na dieta do bichano, ok?

Brincar com o gato pode ajudá-lo a emagrecer de forma saudável

Que tal estimular o pet a praticar exercícios? Essa é uma das formas mais simples e eficazes de tratar a obesidade felina. A dica, nesse caso, é construir um ambiente que estimule o seu gato a fazer atividades diárias, com brinquedos e brincadeiras que façam o felino se movimentar - como arranhadores, caixas de papelão, bolinhas com rabichos etc.

Matérias: Pets

Ver mais