Economia do lar

Você sabe economizar nas compras de mercado? Aprenda a poupar sem sofrimentos

Use o celular para fazer a lista de mercado e para comparar o valor dos descontos
Use o celular para fazer a lista de mercado e para comparar o valor dos descontos

Conseguir fazer o dinheiro sobrar é o sonho de qualquer pessoa independente. Afinal, quem não quer ter uma sobrinha do fim do mês para poder guardar, fazer um passeio legal (seja sozinho ou com a família) ou comprar alguma coisa que queria há muito tempo? Para isso não necessariamente é preciso abrir mão de algo que você gosta de fazer, apenas deixar de gastar a mais sem necessidade. E quando se trata de mercado isso é especialmente verdade. Para nunca mais dar mole na hora das compras, nós separamos umas dicas com o que você precisa fazer para poupar sem sofrimentos.

Faça uma lista de mercado no seu celular

Pode parecer algo bobo, mas fazer lista do que vai comprar no mercado faz toda a diferença. Isso porque você não corre o risco de olhar um produto que não estava previsto e acabar voltando para casa com mais coisa sem isso ser realmente necessário. Claro que alguns itens, como papel higiênico e arroz, podem sim entrar na cestinha na última hora caso você tenha esquecido de botar ele na sua lista, mas o ideal é evitar isso ao máximo.

Para não correr o risco de esquecer alguma coisa prepare ela em casa com calma, com ao menos um dia de antecedência, porque assim conforme o tempo for passando se você se lembrar de algo é só acrescentar. Vale a pena preparar essa lista no próprio bloco de notas do celular, para ter ela sempre com você e não correr o risco de esquecer em casa. O importante é evitar comprar qualquer coisa que não esteja nela, porque assim gastos extras não planejados deixam de existir.

Olhe os descontos e compare os preços

Mas não pense que basta ter a lista em mãos que está tudo certo! Esse é apenas o primeiro passo para realmente economizar nas compras de mercado. O segundo é comparar preços e buscar descontos. Aliás, esse é o momento perfeito para dar uma chance àquela marca mais barata que você nunca provou por pura falta de hábito. Se ela estiver mais em conta essa é a hora!

Defina um gasto máximo para as suas compras

Antes de sair de casa já saiba quanto você pretende gastar com essas compras. Como um consumidor assíduo, você já deve ter uma ideia de quanto custa cada coisa, e por isso também consegue fazer uma média de quanto deve gastar. Tenha esse valor em mente e não saia dele! Se preciso, corte algum item mais supérfluo, mas evite ao máximo abrir uma exceção, porque daqui a pouco você vai estar comprando várias coisas seguindo a linha de "só isso não tem problema" e, no fim, é bem capaz de gastar mais do que necessário de novo.

Faça compras semanais

Essa história de fazer compra de mês começou numa época em que a inflação era tão alta que o preço da comida era um de manhã e outro de tarde. Aí realmente fazia sentido comprar tudo no início do mês, porque os alimentos realmente iriam ficar mais caros com o passar dos dias. O problema é que esse hábito se manteve, embora não seja tão indicado assim.

A não ser que você realmente não tenha tempo para ir ao mercado, o ideal é fazer compras semanais. Isso reduz as chances de um produto estragar ou de você comprar muito mais do que precisa achando que vai durar o mês todo, mas na verdade vai até sobrar. E quando você nem lembra que comprou alguma coisa e leva ainda mais para casa? Na dúvida, compre de pouco em pouco para evitar qualquer tipo de desperdício no futuro.

Evite a comida pronta e congelada

Tudo bem, em alguns casos é realmente muito prático simplesmente comprar uma comida pronta ou congelada, porque poupa um baita tempo. Mas vamos lá, você realmente está tão atarefado assim? Por que comprar a sopa de pacote se preparar uma em casa nem precisa de tanto tempo assim e o resultado final é muito melhor? E o que falar dos salgados congelados, que quando feitos em casa rendem bem mais? No fim, preparar a própria comida sai bem mais barato e é mais saudável.

Faça as contas e veja se não vale a pena comprar mais por menos

Botar na ponta do lápis é simplesmente a melhor dica que você poderia ganhar. Às vezes escolhemos o menor tamanho do produto porque ele custa menos, mas será que ele é realmente mais barato? Aqui basta fazer uma simples regra de três para descobrir se realmente o menor está saindo mais em conta. Em alguns casos, a quantidade é mesma, mas um está numa lata e outro em um pacote, o diminui os seus custos. Na dúvida, compare sempre, mesmo que seja de uma mesma marca.

Veja sempre a validade!

A validade é algo que todo mundo deveria ficar de olho. Afinal, já pensou comprar um queijo que está para vencer e decidir comer depois que ele já passou do ponto simplesmente porque não prestou atenção nisso? Pois é, então na dúvida fique sempre atento.

Para quem quer economizar nas compras do mercado esse detalhe é ainda mais importante. Isso porque não adianta nada comprar o pacote maior que está em promoção se você não vai ter tempo de comer ele todo antes da sua validade acabar. Ou então aquele 2 pelo preço de 1 que parece tão em conta, mas que talvez vá parar no lixo porque você não consumiu tudo a tempo. Para não errar, sempre se pergunte antes se acha que vai conseguir comer tudo antes da validade acabar ou não.

Não faça compras com fome

Ir com fome para o mercado é um verdadeiro perigo! Isso porque ainda que você não compre nada além do que já estava na sua listinha de compras aumentam as chances de você querer levar o tamanho maior do produto, mesmo que não precise de tanto assim. Não deixe a barriga falar mais alto e tente ir ao mercado em momentos planejados, de preferência só depois de comer alguma coisa.

Confira o valor na hora de pagar

Tente ficar de olho na tela que mostra o preço dos produtos no fim das suas compras, porque erros, infelizmente, acontecem. Na hora de botar o peso da batata o caixa pode cadastrar como banana, por exemplo, e como o quilo de cada um é diferente você pode acabar pagando a mais por um simples descuido.

Isso sem falar que às vezes as máquinas não computam o valor de promoções que tinham sido anunciadas, então se você não prestar atenção pode achar que está ganhando um baita desconto e no fim ficar sem nada. Tente prestar atenção com cuidado e, se ver algum erro, fale com o seu caixa que ele vai corrigir o problema para você.

Matérias: Economia do lar

Ver mais