Organização

Você é um acumulador? 8 dicas para desapegar de coisas velhas após uma limpa no armário

Avalie se você realmente usa todas as roupas que tem no armário, porque caso contrário talvez seja uma boa ideia doá-las
Avalie se você realmente usa todas as roupas que tem no armário, porque caso contrário talvez seja uma boa ideia doá-las

O processo de se desfazer dos apegos exige paciência, mas é necessário. No início você pode até sofrer um pouquinho, mas acredite: a satisfação de renovar o armário vai trazer mais leveza para sua rotina. Se você quer se livrar de coisas velhas, mas ainda não criou coragem para dar adeus a elas, siga o nosso passo a passo e descubra como desapegar sem sofrimentos.

Esse objeto não faz parte de você

Comece o ritual refletindo se você realmente precisa daquilo. Às vezes não temos justificativas para ter aquela peça e confundimos apego com utilidade. A conscientização é o primeiro passo para fazer aquela boa limpeza no guarda-roupa. Esvazie o armário e, conforme for organizando tudo de novo, você terá uma visão mais completa de quais peças pode se livrar.

Essa já moda passou

Selecione os itens mais usados. Aquelas roupas que estão há dois anos guardadas no armário não servem mais, mesmo que estejam novas. Se você não escolheu sair com essa peça durante todo esse tempo, você realmente não precisa dela. Desapega e aceita que ela não faz o seu estilo.

Roupas estragadas são dispensáveis

Elimine aquela calça apertada ou a blusa que rasgou com o tempo. Se você não vai tingir roupas manchadas e nem consertar sandálias arrebentadas por que está guardando elas mesmo? Não tenha esperanças no que está estragado e que você não tem a intenção de arrumar.

A vida é feita de prioridades

Selecione aquelas peças que têm uma longa vida útil e que sejam difíceis de enjoar. Aliás, pense nisso até mesmo na hora das compras. Estampas muito chamativas, por exemplo, marcam muito e você acaba evitando repetir. Já as blusas difíceis de lavar podem ser danificadas com facilidade. Pense nisso na hora de decidir o que fica e o que vai embora.

Harmonize seu guarda-roupa

Separe um espaço para cada tipo de peça dentro do seu armário. Além de ficar visualmente agradável, isso também vai te ajudar na hora de procurar o que vestir. Sempre tem aquelas roupas que não são tão utilizadas – como casacos grandes de frio e vestidos de festa. Nesse caso, coloque dentro de um saco de TNT ou naqueles cestos de plástico organizadores. Isso também vai te ajudar a perceber se não tem usado alguma coisa nunca. Quando esse for o caso, pratique o desapego!

Dê lugar ao que é novo

Falta de espaço no armário é sinônimo de exageros. Antes de ir às compras, você precisa se desfazer do que está velho. Pratique o seguinte ritual: a cada peça nova, uma é eliminada. Lembrando que não é preciso jogar ela fora, ok?

O seu apego pode ser de outra pessoa

Arranje um futuro para seus apegos. Isso vai te incentivar. Se você estiver precisando de grana, que tal montar um bazar? Ou então, faça uma doação para quem precisa. O que não serve para você pode ser perfeito para outra pessoa.

Adote no conceito do 'armário cápsula'

Você já ouviu falar no Project 333? Quem adere a essa proposta de armário cápsula é desafiado a manter um guarda-roupa com apenas 33 peças, incluindo calçados e acessórios, durante três meses. A tarefa é difícil, mas no final você aprende a evitar os exageros. Dê uma chance a esse exercício do desapego quando achar que está com muita coisa no armário. Você não vai se arrepender!

Matérias: Organização

Ver mais