Alimentação

Tipos de pimenta mais comuns e quais combinam com cada prato

Você pode usar diferentes tipos de pimenta para preparar carnes, molhos, frutos do mar e até mesmo geleias
Você pode usar diferentes tipos de pimenta para preparar carnes, molhos, frutos do mar e até mesmo geleias

Se você quer deixar a comida picante e mais saborosa, não tem como abrir mão das pimentas! Elas fazem parte do grupo de condimentos - podem ser usadas durante o preparo ou adicionadas na hora de servir, fica por sua conta. Para ampliar o seu leque de temperos e ingredientes, nós fizemos uma lista com as pimentas mais consumidas no Brasil e os pratos que mais combinam com cada uma. Dá uma olhada!

Pimenta-do-reino é ótima para temperar pratos salgados

Originária da Índia, a pimenta-do-reino é usada em culinárias de todo o mundo. Ela é pequena, redondinha e pode ser encontrada em diferentes variações: preta, branca, vermelha e verde. Além da pimenta em grãos, existe também a versão moída que pode ser usada em diferentes receitas.

A pimenta-do-reino, em especial, combina com vários pratos: carnes, peixes, sopas, risotos, massas e feijão. Você pode usá-la durante o preparo (para que o sabor pegue bem) ou colocar a versão moída no prato antes de servir.

Pimenta dedo-de-moça pode ser encontrada em diversas versões

Muito usada na cozinha brasileira, a pimenta dedo-de-moça tem uma ardência média e pode ser usada em diversas receitas. Ela é vermelha, alongada, curva e pode ser encontrada em diferentes versões: in natura, moída, em conserva, desidratada e até em forma de molho. A pimenta dedo-de-moça é ótima para o preparo de molhos, sobremesas, bem como carnes e peixes.

Pimenta biquinho rende receitas de molhos e geleias

A pimenta biquinho tem um formato bem interessante: é redonda e prolongada na ponta (semelhante a uma gotinha). Quando madura, ela fica com uma coloração bem avermelhada e tem um sabor mais suave - indicada para quem não quer deixar a comida tão picante.

A boa notícia é que essa pimenta combina com várias receitas: geleias, molhos, saladas, bem como carnes e caldos de feijão. Uma boa dica, inclusive, é caprichar mais na pimenta para, assim, reduzir a quantidade de sal na comida. Fica uma delícia!

Extremamente ardida, pimenta malagueta fica ótima em carnes e frutos do mar

Você já deve ter ouvido falar em como a pimenta malagueta é picante. E essa fama realmente procede, sabia? Muito usada na culinária do Norte e Nordeste brasileiros (para o preparo de acarajé, vatapá, moquecas e diferentes molhos), a pimenta malagueta é extremamente ardida, mas, quando usada com parcimônia, confere um sabor incrível às receitas. Ela tem um formato alongado e, quando madura, fica com uma coloração de vermelho intenso.

Uma boa dica para quem quer incorporar essa pimenta à dieta é usá-la no preparo de carnes, peixes, frutos do mar, molhos e feijoadas. Mas lembre-se de não exagerar, ok?

Pimenta calabresa fica uma delícia com pizzas

Preparada a partir da pimenta vermelha, a pimenta calabresa é uma das mais consumidas no Brasil. Ela é perfeita para o preparo de molhos picantes e combina superbem com pizzas. Então, se você quer dar sabor à sua pizza caseira, a nossa sugestão é colocar um pouco dessa pimenta antes de assar.

Pimenta cumari é bem picante e fica ótima em feijoadas

Assim como a malagueta, a cumari entra com facilidade na lista das pimentas mais ardidas. Ela é redonda, pequena, vermelha e pode ser usada no preparo de diversas receitas: feijoadas, conservas e até molhos. Apenas lembre-se de não exagerar na hora de temperar, pois ela deixa os pratos bem ardidos.

Matérias: Alimentação

Ver mais