Pets

Seu gato está vomitando ração? Saiba possíveis causas e o que fazer

Gato vomitar ração não é algo comum, por isso o ato sinalizar algum tipo de patologia
Gato vomitar ração não é algo comum, por isso o ato sinalizar algum tipo de patologia

Donos de pet sabem a importância de cuidar da saúde de seus animais. Por isso, caso observe que o gato está vomitando ração, saiba que isso pode ser um sinal de alerta! Uma boa alimentação é fundamental para manter a vitalidade dos felinos em dia, e quando eles não conseguem comer bem, outros problemas podem aparecer, como queda de pelos e perda significativa de peso. Conversamos com a veterinária Izadora Trindade para entender quais as possíveis causas para o gato vomitar ração e o que fazer para acabar com o problema!

Se o seu gato come muito rápido, isso pode levá-lo a vomitar

Gato vomitar ração não é algo comum, mas pode acontecer. De acordo com a veterinária Izadora Trindade, um gato muito agitado pode comer de maneira acelerada e acabar engolindo os grãos inteiros, o que dificulta a digestão e leva o pet a regurgitar.

É importante analisar o ritmo de ingestão do felino para observar se ele come muito rápido ou não. Se a resposta for positiva, há algumas opções do que fazer. "O ideal é procurar ração com grãos menores e também usar potes específicos que servem para deixar a ingestão mais lenta. O animal obrigatoriamente come mais devagar pela estrutura do pote", sugere a veterinária.

Outra opção pode ser o uso da ração úmida, por ser mais fácil de mastigar e engolir devido à sua concentração de água e intensidade de sabor.

Vômito também pode ser sinal de alguma patologia velada

Como o vômito de ração é mais comum aos cães pela agitação característica dos pets, casos frequentes de regurgitação de gatos sinalizam alguma patologia velada. Caso o ritmo alimentar de seu felino não apresente irregularidades, a veterinária Izadora sinaliza a importância de investigar um pouco mais a fundo a situação para checar se há ou não alguma doença por trás. A indicação é levar seu pet ao veterinário responsável para fazer alguns exames e um acompanhamento mais especializado o quantos antes.

Tome cuidado com os produtos de limpeza utilizados em casa! Eles podem afetar a saúde do animal e auxiliar no desenvolvimento de feridas e alergias.

Em casos de alergia a uma proteína específica, considere mudar o tipo de ração

Alguns sabores de ração podem gerar alergias nos gatos. Se for constatado que o felino reage negativamente a um tipo específico de proteína, há outras opções proteicas que podem substituir tal alimento. No caso de pet alérgicos à proteína bovina, por exemplo, rações de sabor peixe ou frango devem ser consideradas para a nova dieta alimentar do gato.

Entretanto, não são tão raros os casos de quadros alérgicos alimentares gerais em felinos. Nessa situação, é importante considerar a troca de ração por uma mais específica a fim de regularizar a alimentação de seu gato. "Existem várias linhas de rações terapêuticas para diversos tipos de doença, inclusive para animais com alergia alimentar. Então o ideal é que o animal coma rações hipoalergênicas", aconselha Izadora.

Uma boa alimentação é sinônimo de saúde e bem-estar para o animal

Focar em uma boa alimentação é essencial para que o animal tenha uma boa saúde. Isso significa evitar comida humana a todo custo e buscar sempre marcas de qualidade para a dieta alimentar de seu gato. Para atender às necessidades específicas de seu animal, é importante também conversar com o veterinário responsável para entender as necessidades de seu pet.

As rações premium são boas indicações, pois são feitas com produtos selecionados, garantindo o melhor aproveitamento para o animal, além de terem ótima qualidade e oferecerem um excelente custo-benefício. "Por serem mais completas, elas diminuem a quantidade de ração que o animal precisa comer para estar satisfeito. A porção é bem menor, o que reduz também o volume e os odores das fezes", diz a veterinária.

* Izadora Trindade (CRMV-RJ 15798) é formada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

Matérias: Pets

Ver mais