Pets

Saiba as melhores formas e lugares para guardar a ração do cachorro e do gato

Permitir o livre acesso do seu animal à ração pode ser prejudicial para a saúde dele
Permitir o livre acesso do seu animal à ração pode ser prejudicial para a saúde dele

Fica aqui um conselho de amigo: escolher uma ração de qualidade para o seu pet é tão importante quanto saber como armazená-la. Alguns cuidados como proteger o alimento do sol e conservar a embalagem original do produto são essenciais para a saúde dos peludinhos. E é justamente por isso que separamos algumas dicas sobre formas e lugares mais adequados para conservar o alimento do seu melhor amigo. São pequenos detalhes, mas que fazem toda diferença e conseguem manter a qualidade nutritiva da ração. Confere aí!

Utilizar um pote alternativo talvez não seja a melhor opção

A embalagem original da ração - além de apresentar todas as informações nutricionais, data de validade e ter aquela miniatura fofinha do seu pet - também é a maneira mais correta de se preservar o alimento. Utilizar um pote alternativo ou diferente pode expor a ração ao calor e à umidade, criando mofos, ácaros e bactérias quase invisíveis. Pois é, elas podem não estar à vista, mas existem, ok? E em algumas situações podem fazer muito mal, causando problemas de pele, alergias, desconfortos gastrointestinais e alguns outros problemas.

Rações úmidas requerem cuidados específicos

Essas sim precisam ser mantidas na embalagem original! As rações úmidas - vendidas em latas ou em sachês - necessitam de refrigeração e de atenção ao tempo de consumo. As em lata geralmente têm um consumo máximo de três dias após abertas. As em sachês a mesma coisa (mesmo que venha com o zip lock!). Caso reste alguma dúvida sobre o tempo de consumo, consulte a própria embalagem. As informações mais importantes sempre estão por ali e podem variar de caso a caso.

Use fechos que vedem bem os sacos de ração

Pode parecer um acessório sem muito valor, mas garantir que o ar não entre na embalagem de ração é um ponto necessário. E repare: depois de tanto abrir e fechar a embalagem aquele fecho original pode ir perdendo a funcionalidade. Por isso, as lojas de pets oferecem utensílios alternativos que vedam perfeitamente. Eles são bem úteis!

Dê atenção aos comedouros e aos potes de água

Os acessórios também merecem atenção, especialmente no que diz respeito aos comedouros! Assim como o local que você escolher para alimentá-lo. Uma boa limpeza diária - com esponja e detergente -, um local fresquinho e afastado do sol... Tudo isso influencia na saúde do seu amigo. Quer uma dica? Se o comedouro do seu pet não tiver uma base que o suspenda do chão, coloque um potinho com água embaixo da vasilha. Isso afasta as formigas e os roedores.

Não permita o livre acesso do seu cão à comida

A quantidade de ração varia conforme a idade e o peso do seu pet. Um cão de mais de 8 meses, por exemplo, deve se alimentar somente duas vezes por dia. Já com os gatinhos, essa regra vale logo após os 6 meses de idade. E única pessoa que tem controle sobre isso é o dono! Se o alimento estiver acessível a qualquer momento, os peludinhos provavelmente vão se alimentar muito mais do que deveriam. Então, cuidado! E não se esqueça, claro, de guardar bem o pacote.

Matérias: Pets

Ver mais