Fun

Que tal cultivar plantas em garrafa pet? Saiba como fazer e o que plantar

Alface, couve, alecrim, tomilho e outros temperos são alguns exemplos de plantas que podem ser cultivadas em garrafas pet
Alface, couve, alecrim, tomilho e outros temperos são alguns exemplos de plantas que podem ser cultivadas em garrafas pet

Já pensou em fazer a sua própria horta caseira reaproveitando as garrafas pet que você utiliza no seu dia a dia? Além de ser uma forma criativa e ecológica de reduzir a produção de lixo, cultivar plantas dessa forma pode ser uma ótima alternativa para quem mora em apartamento. Pensando nisso, nós separamos algumas dicas para te ajudar a saber como começar e o que plantar na sua hortinha. Dá uma olhada na matéria!

Afinal, como cultivar plantas em garrafas pet?

As garrafas pet podem ser um ótimo recipiente para começar a cultivar as suas plantinhas em casa. Por serem feitas de plástico, elas demoram cerca de 450 anos para se decompor na natureza e, por isso, reaproveitar esse material também é uma forma prática de ajudar o meio ambiente!

Para começar a sua hortinha, a nossa primeira dica é escolher os tipos certos de plantas que se adaptam bem ao plantio em uma garrafa e entender qual é a melhor forma de cultivá-las. Nós separamos algumas sugestões:

Alface e alecrim podem ser plantados na mesma garrafa

Sabia que é possível cultivar alface e alecrim em casa? Por mais que pareça uma ideia precipitada para quem mora em apartamento, essas duas plantas possuem vários pontos em comum na hora do cultivo e podem crescer facilmente na lateral da sua janela. A dica, nesse caso, é cultivá-las juntas para que o alecrim funcione como uma espécie de "repelente natural" e ajude a preservar a alface de possíveis pragas e insetos.

Passo a passo: Primeiro, você deve plantar as sementes diretamente na garrafa para que elas cresçam em um espaço definitivo. Para isso, pegue antes garrafas de tamanho médio, corte-as pela metade (descartando a parte superior onde fica a tampinha) e faça alguns furinhos na parte de baixo para permitir a passagem da água. Em seguida, preencha com uma mistura de terra e adubo e coloque um recipiente embaixo da garrafa para coletar a água (pode ser um prato para vaso de planta, por exemplo).

Cuidados: A alface é uma planta que costuma crescer melhor em temperaturas mais amenas. Por isso, mesmo que você a coloque em um local com luminosidade direta ao longo do dia (o que também é muito importante para a plantinha), tente plantá-lo na meia sombra. Na hora de regar, a dica é manter o solo sempre úmido, mas sem que deixar que ele fique encharcado.

Dica: Que tal fazer o seu próprio adubo caseiro com borra de café? Basta misturar o pó com lixo seco (como papel, papelão e detritos) e acrescentar à terra.

Couve e tomilho também podem ser cultivados juntos

Para quem não sabe, a couve e o tomilho são duas espécies de plantas que podem ser cultivadas juntas e, por isso, economizam ainda mais espaço! A principal vantagem, nesse caso, é o fato de o tomilho possuir um odor forte capaz de espantar a borboleta-da-couve - um inseto que além de comer as folhas da hortaliça, também coloca ovos de uma lagarta que acabam prejudicando o seu crescimento.

Passo a passo: Para plantar esses temperos, escolha uma garrafa grande, corte-a ao meio (descartando, da mesma forma que na dica anterior, a parte de cima onde fica a tampinha) e preencha-a com uma mistura de terra, areia e adubo, fazendo os mesmos furinhos no fundo da garrafa para permitir a passagem de água.

Cuidados: Cultive a couve e o tomilho em locais que possuem alta luminosidade, com pelo menos 4 horas diárias de sol. Nas estações mais quentes do ano, tente prover uma sombra parcial nos momentos mais quentes do dia para proteger as plantinhas. Na hora de regar, mantenha o solo sempre úmido, sem que ele encharque.

Salsinha, coentro e cominho são outros temperos que podem ser cultivados em garrafas pet

Se você é fã de salsinha, coentro ou cominho, pode começar a guardar as garrafas que você usa no dia a dia para cultivar os temperos em casa e tê-los sempre ao seu alcance. Afinal, nada melhor do que cozinhar com ingredientes 100% confiáveis que você mesmo plantou, não é mesmo?

Passo a passo: Para plantar salsinha, coentro ou cominho, o ideal é aproveitar a garrafa pet por inteiro e fazer apenas um corte retangular em uma de suas laterais. Comece apoiando a garrafa plástica deitada em cima de uma mesa, marque com uma caneta permanente o espaço de corte (desenhando um retângulo para criar um "buraco" na garrafa, deixando a parte da tampa e a base intactas) e, depois, corte com um estilete. Para finalizar, faça pequenos furinhos na lateral oposta ao corte, coloque as sementes dentro da garrafa (plantando cada um desses temperos separadamente) e preencha com terra vegetal e adubo.

Cuidados: Todos esses temperos precisam de pelo menos 4 horas diárias de sol. É importante cultivá-los em um local com alta luminosidade, mas que tenha um pouco de sombra nos dias mais quentes. Na hora de regar, tente manter o solo úmido (sem encharcá-lo) nos primeiros 3 meses, quando os temperos estão crescendo e se desenvolvendo (e regue com uma frequência maior nos dias mais quentes). Depois desse período, diminua a frequência de rega.

Obs.: Se você tiver um pouco mais de espaço em casa, use e abuse da criatividade para fazer uma horta suspensa na posição vertical, horizontal ou da maneira que você preferir! Basta escolher uma das paredes da sua casa (ou do seu jardim) e atentar-se aos cuidados das plantas.

Matérias: Fun

Ver mais