Organização

Planner semanal, mensal e anual: aprenda a montar o seu em casa

Você pode usar uma agenda simples para se organizar e montar um planner semanal - que tal?
Você pode usar uma agenda simples para se organizar e montar um planner semanal - que tal?

Quem nunca se esqueceu de um compromisso por falta de organização ou distração? Pode ter sido algum exame, consulta médica ou até mesmo uma festa de aniversário. Quando não nos organizamos, fica muito mais fácil se perder na rotina e esquecer as tarefas importantes, né? Então, para evitar esse tipo de problema e conseguir se guiar o ano todo, a melhor dica é investir nos planners de curto, médio e longo prazo. Quer aprender a fazê-los? Nós te ensinamos a preparar planner semanal, mensal e anual de uma forma organizada e objetiva. Confira e coloque já em prática!

Planner semanal deve conter os compromissos diários e ser mais detalhado

O planner mais básico de todos, sem dúvidas, é o semanal - aquele que vai organizar todas as suas tarefas e compromissos da semana. Muitas pessoas gostam de ter uma agenda específica para esse tipo de planner - assim, é possível anotar manualmente, em cada dia, tudo que é necessário.

Para se organizar bem, você deve começar anotando todos os compromissos com horário marcado: cursos, palestras, reuniões, consultas médicas e até atividade física (como uma aula de yoga, por exemplo). Após anotar essas tarefas iniciais, você pode encaixar as outras coisas que também precisam ser feitas, como faxina, arrumação dos cômodos e até algum conserto que precise ser feito em algum eletrodoméstico.

O bom de anotar os compromissos e as tarefas em uma agenda é que, assim, você pode conferir tudo a qualquer momento e não corre o risco de se esquecer de nada (nem das coisas pequenas). Além das agendas físicas, lembre-se de que também é possível recorrer às virtuais. Algumas pessoas, inclusive, têm o hábito de usar o bloco de notas do smartphone para anotar as coisas. Nada melhor que ter acesso aos compromissos pelo celular, né?

Planner mensal é mais extenso e deve indicar eventos e metas (mas nunca tarefas diárias)

Além de se programar semanalmente de forma mais detalhada, você também pode recorrer ao planner mensal para anotar compromissos e metas para aquele período. A diferença desse planner para o semanal é que ele não inclui tarefas mais básicas (como faxina), mas sim compromissos agendados e eventos mais importantes. Você pode anotar as datas de aniversário de familiares e amigos próximos, por exemplo, assim como a data de alguma viagem.

Além dos compromissos mais concretos, o ideal é que você também anote metas a serem cumpridas em determinados prazos - como terminar de estudar certa matéria, ler determinado livro, colocar na prática algum projeto (como blog) e por aí vai. Lembre-se que é importante criar objetivos e tomar medidas para que eles se concretizem. O primeiro passo para isso é se organizar e criar metas, pode apostar!

Que tal preparar um planner anual para anotar as metas e ideias para aquele ano?

Assim como o mensal, o planner anual deve dar uma ideia abrangente do que será feito naquele período. Você pode anotar metas, objetivos e datas importantes. Para isso, a nossa dica é pegar uma folha grande e escrever "metas do ano", "datas importantes" e "ideias para colocar em prática".

Existem planners anuais disponíveis na internet que são ótimos, sabia? Basta imprimir um modelo e, então, fazer as suas anotações pessoais. Você também encontra modelos de planners semanais e mensais bem simples. Então, que tal usá-los para se guiar e colocar tudo o que foi ensinado em prática, hein?

Matérias: Organização

Ver mais