Pets

Leite para gato filhote não é recomendado! 5 motivos para oferecer apenas ração

Leite para gato filhote: única opção saudável é o leite de gata ou solução indicada por veterinário
Leite para gato filhote: única opção saudável é o leite de gata ou solução indicada por veterinário

Dar leite para gato filhote é um erro comum que os donos de pet recém chegados cometem com regularidade. Porém, já é hora de mudar esse hábito que é prejudicial para a saúde dos bichanos! Por mais fofo que seja ver o seu gatinho com os bigodes sujos de leite, saiba que a bebida pode fazer muito mal ao felino.

Para garantir o desenvolvimento saudável do animal, o ideal é investir em ração para gato filhote e entender o que deve ser evitado nas refeições diárias. São sugestões simples, mas muito importantes! Portanto, veja agora como cuidar de gato filhote e as dicas para alimentá-lo adequadamente.

Ração, gato filhote e os motivos para optar por comida de acordo com idade

Evitar dar leite para gato filhote e investir em ração não é besteira, viu? Cortar a bebida do cardápio felino faz toda a diferença na qualidade de vida do animal, pois previne alergia, mal estar e desequilíbrio nutricional. Quer saber mais? É só acompanhar as explicações abaixo:

1. Ração para gato filhote é perfeitamente balanceada e nutritiva

Enquanto o leite de vaca não supre as necessidades nutricionais do filhote, a ração realiza a tarefa com maestria! O gato que está em fase de crescimento precisa de uma alimentação balanceada, rica em proteínas e minerais e muita hidratação, para estimular o desenvolvimento saudável. A ração para gatos filhotes Qualitá oferece isso e muito sabor para o bichano!

2. Dar leite para gato filhote desregula o intestino e provoca vômitos e diarreias

Assim como humanos e gatos adultos, os filhotes precisam de nutrientes específicos para crescerem saudáveis. Servir leite para filhote de gato pode atrapalhar esse processo, pois a bebida apresenta alguns nutrientes em excesso, enquanto outros não são suficientes. Esse desequilíbrio nutritivo pode desregular o intestino e provocar diarreias e vômitos, além da desidratação do felino. É bom evitar a dor de cabeça!

3. Ração de gato filhote não promove alergias com o passar do tempo

Conforme os gatinhos crescem, eles reduzem a produção da enzima lactase, responsável pela quebra da molécula de lactose presente no leite. Com isso, os bichanos tendem a se tornar alérgicos ou intolerantes à bebida, e depois de criado o hábito, fica difícil de fazer o animal parar de consumir leite. Evite esse problema cortando o alimento do cardápio desde já e ofereça ração seca ou úmida da Qualitá para prevenir desconfortos gástricos.

4. Oferecer leite para filhote de gato pode levar à obesidade

Outro ponto fundamental que vai fazer você não dar leite para gato filhote é que a bebida é gordurosa e rica em carboidratos, mais do que o necessário para a nutrição dos felinos. O excesso dos macronutrientes pode fazer o pet ganhar peso e até chegar à obesidade. Não queremos isso, certo?

5. Fica mais fácil acertar como alimentar filhote de gato com ração adequada

A quantidade de ração para gatos varia de acordo com os meses de vida do animal e você pode checar a porcentagem ideal por faixa etária na embalagem da comida. Ao oferecer as porções certas da ração para gato filhote por dia, seu bichinho vai ficar bem nutrido e saudável para se divertir muito!

Evite leite para gato filhote e invista em frutas específicas

Caso queira dar uma diferenciada na alimentação, saiba que o mais aconselhável é variar investindo em alimentos naturais, como frutas e preparos caseiros. Lembre-se apenas de ter bastante atenção, pois não são todas as frutas que podem ser ingeridas pelos gatinhos. Aposte em maçã, banana, melancia, pêssego ou morango para fazer a alegria do pet. Não vai errar, hein?

Matérias: Pets

Ver mais