Alimentação

Gosta de miúdos? Veja dicas para não errar no seu preparo

Para quem quer preservar o sabor e a maciez do fígado de boi, uma boa dica é cortar a carne em pedaços maiores
Para quem quer preservar o sabor e a maciez do fígado de boi, uma boa dica é cortar a carne em pedaços maiores

Os miúdos, para quem não sabe, são os órgãos internos dos animais, como o fígado, coração e a moela, todos alimentos bem nutritivos e riquíssimos em ferro. A melhor parte é que, quando preparados da forma correta, eles ficam deliciosos e podem ser servidos tanto no almoço quanto no jantar. E para que você não erre no preparo dessas carnes, a gente separou algumas dicas simples e fáceis de seguir, mas que fazem total diferença. Dá uma olhada!

Evite congelar os miúdos

O que muita gente não sabe é que, durante o processo de descongelamento, as carnes acabam perdendo muitas propriedades e também um pouco do sabor. Por isso, se você quer preservar bem todos os nutrientes dos miúdos, o mais indicado é optar por peças que não estejam congeladas. Uma boa dica é fazer a compra no dia que for prepará-los, ou no máximo no anterior. Isso porque, quanto mais fresquinho, mais saboroso o miúdo fica. Além disso, sua consistência pode mudar caso fique muito tempo armazenado no freezer ou geladeira.

Na hora de escolher os miúdos, você também deve prestar atenção na qualidade da carne. Geralmente, as peças mais frescas têm uma coloração vermelha escura e uma textura bem lisinha. Por isso, atente a esses detalhes na hora que for fazer mercado.

Retire a 'pelinha' dos miúdos e faça uma limpeza caprichada

Quando se trata das moelas, fígados, miolos, rins e outros miúdos, a limpeza deve ser feita de forma ainda mais caprichada. Para isso, você vai precisar de uma faca bem afiada e pequena, para que seja possível raspar bem todas as sujeiras. Também será necessário retirar toda aquela "pelinha" amarelada que cobre as carnes - uma boa dica é usar um pouco de vinagre para facilitar esse processo.

Pense no tipo de corte que você prefere

Outro ponto que você precisa saber é que os miúdos devem ser cortados de maneira estratégica. Sabe aquele bife de fígado acebolado que todo mundo gosta? Pois é, existem alguns segredos para que ele fique no ponto certo. Para quem quer dar uma amenizada no cheiro forte e característico do fígado, uma boa dica é investir em cortes mais finos. Você pode cortar a carne em pedaços bem pequenos, fazendo picadinhos para depois fritar na manteiga. Já para quem gosta de preservar bem a maciez dos miúdos, recomendamos que corte as peças em pedaços maiores - desse jeito, o sabor fica bem mais nítido e a textura mais macia.

Você pode marinar as carnes no leite ou vinagre

Depois de cortar e limpar bem os miúdos, também é importante que você faça uma marinada para dar sabor e amaciar ainda mais a carne. Nesse quesito, uma das maiores surpresas é o leite de vaca, que é uma das melhores opções para marinar. Isso porque ele tira aquele cheiro forte dos miúdos e também ameniza o gosto mais amargo. Você pode caprichar no leite e deixar a marinada atuando por algumas horinhas - assim, a carne também vai amaciar bastante. Muitas pessoas também usam o vinagre para remover o cheiro e amaciar a textura - fica a dica!

Abuse nos temperos

Não dá para abrir mãos dos temperinhos que dão sabor aos miúdos: sal, alho, pimenta, salsinha, cebolinha e o que mais você preferir! O grande segredo para o preparo dessas carnes é, justamente, o uso dos temperos certos, que são os responsáveis por dar um sabor especial ao prato. Para isso, a nossa dica é a seguinte: esfregue bastante alho, cebola e outras hortaliças, deixando-as junto com a carne durante algumas horinhas para pegar o sabor. Junto com os temperos, você também deve colocar o leite ou o vinagre, preparando uma marinada especial. Algumas pessoas também usam suco de limão (pois a acidez da fruta ajuda a amaciar ainda mais os miúdos) ou até mesmo vinho tinto em algumas receitas.

Matérias: Alimentação

Ver mais