Alimentação

Esqueci de deixar o feijão de molho, e agora? Aprenda a fazer um remolho rápido

Para fazer o  remolho do feijão  de forma eficiente, deixe os grãos submersos e troque a água ao menos uma vez para eliminar bem as toxinas e agilizar o processo
Para fazer o remolho do feijão de forma eficiente, deixe os grãos submersos e troque a água ao menos uma vez para eliminar bem as toxinas e agilizar o processo

Quem nunca atrasou o almoço porque esqueceu de descongelar a carne ou deixar o feijão de molho na noite anterior? Alimentos que exigem um preparo prévio exigem um planejamento um pouco maior. Mas, como imprevistos acontecem, é sempre bom ter dicas na manga para lidar com a corrida contra o relógio. Continue lendo para aprender como fazer o remolho do feijão mais rápido!

Por que o feijão precisa ficar de molho?

Antes de mais nada, vale a pena entender o motivo pelo qual o feijão deve ser deixado de molho. São três principais: hidratação dos grãos, reduzir o tempo de cozimento e eliminar toxinas presentes no alimento que são indigestos e causam desconfortos gastrointestinais - mais especificamente, os famosos gases.

Como fazer o remolho do feijão mais rápido

O nome técnico desse processo é remolho. O passo a passo é padrão e serve para todos os tipos de grãos. Além do feijão, o remolho também é indicado para leguminosas de uma forma geral, como o grão-de-bico, por exemplo.

No caso do remolho comum, que é mais lento, você deve fazer o seguinte: cubra os grãos do feijão com o dobro de água e deixe descansar por um período que pode ser de seis até 12 horas. O remolho não pode passar das 12 horas, porque em um período mais longo, os grãos podem desmanchar ou até começar a fermentar. É recomendado trocar a água ao menos uma vez durante o remolho, mas quanto mais trocas puderem ser feitas, melhor. A renovação da água ajuda a diminuir a concentração das toxinas, já que as substâncias que estavam no grão são transferidas para ela.

Fora o lembrete da troca de água, deixar o feijão de molho é basicamente ''esquecer'' os grãos imersos, então é fácil de adaptar às outras tarefas da sua rotina. Mas caso você precise de um remolho mais rápido, saiba que também existe uma técnica para isso.

O remolho curto se beneficia da ação do calor. Por isso, basta colocar os grãos de feijão já limpos em uma panela com o dobro de água no fogo alto. Quando a água ferver, desligue o fogo e tampe a panela para hidratar os grãos mais uma hora. Depois desse tempo, é só escorrer e cozinhar normalmente!

Feijão fradinho e lentilha não precisam ficar de molho

Outra alternativa é optar por grãos que dispensam o remolho. É o caso do feijão fradinho e da lentilha. Se você não quiser fazer o remolho, seja o longo ou o curto, o feijão ainda pode ser usado. Porém, além dos grãos quebrarem com mais facilidade durante a cocção, se prepare para os gases!

Matérias: Alimentação

Ver mais