Alimentação

Embutidos e defumados: as diferenças entre esses tipos de alimentos

Embutidos e defumados são perfeitos para montar uma deliciosa mesa de frios
Embutidos e defumados são perfeitos para montar uma deliciosa mesa de frios

Salame, presunto, salsicha, linguiça e mortadela. Só de mencionar esses alimentos mais do que presentes na mesa dos brasileiros já dá água na boca! Afinal, quem é que resiste a um delicioso pão com mortadela no café da manhã? A maior vantagem dos embutidos e defumados é justamente essa: a grande variedade de sanduíches práticos e gostosos que podem ser feitos com eles. Mas, apesar de serem muito semelhantes entre si (quanto a origem, sabor e até mesmo textura), há uma grande diferença na forma como esses alimentos são produzidos. Quer entender melhor? Então dá uma olhada!

Alimentos embutidos compõem perfeitamente uma mesa de frios

Feitos a partir de carne bovina, suína, caprina e afins, os alimentos embutidos surgiram da necessidade (lá nos primórdios, quando ainda não havia refrigeração) de conservar as carnes por mais tempo.

Mas o que isso quer dizer exatamente? Bom, que eles são homogeneizados e produzidos com adições de sal durante o processo e que raramente sofrem ações microbianas ou apresentam alterações oxidativas. Ou seja, demoram um tempo considerável para estragarem.

Hoje, não existe uma mesa de frios sequer que não seja composta por salames e presuntos! No fim das contas, eles se transformaram nos snacks perfeitos (e muito baratos) para uma reunião com os amigos, sem falar que compõem os aperitivos do final de semana e são itens que não podem faltar na cestinha de supermercado.

Defumados possuem um sabor diferenciado e mais marcante

A defumação também é um dos procedimentos mais antigos da gastronomia. Também com o objetivo de preservar os alimentos por mais tempo, o processo é um pouco diferente do que acontece com os embutidos: no lugar do sal é usada uma fumaça de baixíssimas temperaturas com agentes bactericidas.

O grande diferencial do processo, na verdade, está no sabor final supermarcante derivado da defumação! Peixes, presuntos e salsichas são os mais submetidos a essa técnica. É possível, no entanto, fazer o seu próprio defumado na churrasqueira. Basta utilizar uma tampa (ou cobrir os alimentos com um papel alumínio para que a fumaça não escape) e aguardar aquele cheirinho de carne levemente queimada.

Bônus: prepare diferentes sanduíches com os embutidos e defumados

Sanduíche de peito de peru, presunto, mortadela, copa, frango defumado... São tantas opções deliciosas e superpráticas para forrar o estômago à noite que você definitivamente não vai precisar ter nenhum trabalho. E para deixar o lanche mais nutritivo, basta incrementá-lo com tomate cereja, manjericão, queijo minas, pastinhas de azeitona ou de atum caseiras e muito mais!

Matérias: Alimentação

Ver mais