Limpeza

Em quais superfícies posso usar produtos abrasivos? Entenda quando utilizá-los ou não

Os produtos abrasivos são geralmente indicados para a limpeza de rejuntes, azulejos e revestimentos cerâmicos
Os produtos abrasivos são geralmente indicados para a limpeza de rejuntes, azulejos e revestimentos cerâmicos

Quando se trata de fazer uma faxina pesada em casa, não tem como fugir dos produtos abrasivos: cloros, alvejantes, saponáceos e diversos outros que ajudam muito na hora de limpar e polir. Só que nem sempre você pode recorrer a esses produtos, sabia? Pois alguns deles têm um poder de corrosão muito grande e podem reagir mal com determinados materiais. Dependendo do tipo de superfície, é possível que o abrasivo até mesmo destrua ou cause manchas irreversíveis. Por isso, todo cuidado é pouco! Para esclarecer alguns pontos, a gente listou em quais superfícies você pode (ou não) usar os produtos abrasivos na limpeza. Dá uma conferida!

O saponáceo é ótimo para limpar e dar brilho às superfícies de inox

Sabe aquele fogão ou cooktop de inox que fica bem sujo com gorduras e restos de alimentos depois que você cozinha? Pois é, ele pode ser facilmente limpo com a ajuda de uma flanela ou esponja úmida e saponáceo. Esse tipo de abrasivo pode vir em forma de pó ou líquido, e você deve escolher de acordo com o tipo da superfície. Locais que são mais sensíveis a riscos (como é o caso do fogão) devem ser limpos com o em forma líquida, para evitar possíveis arranhões. Já na hora de remover manchas de panelas de inox, você pode muito bem recorrer ao saponáceo em pó. Além disso, também é possível limpar outras superfícies de metal com esse produto: pias de inox, rejuntes, azulejos e até mesmo maçanetas de portas.

Quando não usar este produto: Apesar de ser ótimo para limpar superfícies de inox (principalmente eletrodomésticos de cozinha), o saponáceo é zero indicado para a limpeza de porcelanatos, mármores, granitos e outros tipos de pedras. Isso porque ele pode corroer internamente esses revestimentos, deixando-os enfraquecidos e com uma aparência envelhecida. Você também não deve limpar superfícies de couro (como poltronas e sofás) com este produto, ok? Existem limpadores próprios para todos esses materiais, e por isso o mais indicado é recorrer a um deles.

Água sanitária para desinfetar o interior de vasos e ralos

Na hora de limpar o vaso do banheiro, uma das melhores coisas que você pode fazer é usar a água sanitária para desinfetar e garantir mais higiene. O ideal é despejar o produto dentro da água, deixando-o agir durante uns 10 minutos, já que assim muitos fungos e bactérias são eliminados. Você também pode fazer esse procedimento nos ralos de toda a casa, para garantir que tudo fique bem higienizado.

Quando não usar este produto: É verdade que a água sanitária tem um poder enorme de limpar e eliminar germes. Só que isso não significa que você pode usá-la em tudo que tem na casa! Muito pelo contrário: na limpeza do assento e da tampa do vaso, por exemplo, esse abrasivo costuma reagir muito mal, podendo corroer o plástico e até mesmo deixar manchas amarelas com o tempo. Por isso, o mais indicado é usar limpadores próprios ou até mesmo soluções caseiras (com álcool, vinagre e bicarbonato de sódio, por exemplo). No caso das roupas, a lógica é a mesma: a água sanitária pode estragar e deixar manchas definitivas no tecido. Portanto, dê preferência ao tira manchas, já que assim você aumenta a durabilidade das peças.

O cloro é aliado da limpeza de azulejos e revestimentos cerâmicos

Para limpar azulejos, rejuntes e outros revestimentos cerâmicos (como algumas pastilhas), você pode muito bem usar uma solução de cloro ativo com um pouco de água. Desse jeito, você consegue remover bem as bactérias e outras impurezas presentes na superfície. Assim como a água sanitária, ele também pode ser usado na limpeza de vasos, ralos ou pias, atuando como ótimo desinfetante! Além disso, o cloro também é muito conhecido por ser usado na limpeza de piscinas, pois é capaz de eliminar bem os microrganismos presentes na água.

No entanto, o manuseio do cloro - e de todos os abrasivos, de forma geral - exige um cuidado específico. O mais indicado é usar luvas e evitar ao máximo o contato direto com esses produtos, pois eles podem irritar a pele e os olhos. Lembre-se de cuidar da sua segurança acima de qualquer coisa!

Quando não usar este produto: Por ser altamente corrosivo, o cloro não é indicado para a limpeza de superfícies metálicas (que é o caso do saponáceo). Isso porque ele pode tirar o brilho ou até mesmo danificar a superfície. Além disso, os produtos abrasivos também não são recomendados para a limpeza de tecidos. Para lavar as roupas e lençóis, por exemplo, você deve usar sabão em pó e outros produtos próprios para isso. Existem também tira manchas específicos (que não contêm cloro) que são ótimos para lavar roupas. Com todas essas dicas, a gente tem certeza que você não vai errar na hora de usar os abrasivos!

Matérias: Limpeza

Ver mais