Economia do lar

Dia da Mentira: 5 mitos sobre os cuidados com a casa que você precisa parar de acreditar

Ao contrário do que muitos pensam, alguns potes de plástico podem, sim, ser esquentados no micro-ondas - mas apenas aqueles que atendem às determinações da Anvisa
Ao contrário do que muitos pensam, alguns potes de plástico podem, sim, ser esquentados no micro-ondas - mas apenas aqueles que atendem às determinações da Anvisa

Em todo Brasil, o primeiro de abril é conhecido como “Dia da Mentira” - aquela data destinada para pregar peças nos amigos, na família e contar aquela mentirinha inofensiva, só na brincadeira mesmo! Quando o assunto é a economia do lar, existem alguns mitos sobre os cuidados com a casa que devem ser derrubados de uma vez por todas e nós decidimos assumir essa missão! Quer conhecer algumas lendas da carochinha sobre os cuidados com a casa? Nós separamos algumas delas:

1. Colocar roupas para secar atrás da geladeira

Ninguém sabe dizer exatamente quem iniciou a lenda de que botar roupas atrás da geladeira é uma boa ideia para secá-las mais rápido. Mas com certeza você já ouviu falar nisso e, se bobear, até tem o costume de usar a geladeira como secadora oficial da casa.

O problema é que esse hábito pode fazer com que o refrigerador estrague ou dure menos tempo que o previsto. Isso porque as grades da parte detrás da geladeira servem para dissipar o calor do eletrodoméstico e, quando colocamos as roupas na frente, esse mecanismo fica sobrecarregado. Portanto, chegou a hora de acabar com esse hábito e adquirir uma secadora de verdade, ok?

2. Água sanitária é indicada para tirar manchas das roupas brancas

Ao contrário do que muita gente pensa, a água sanitária não é uma boa opção para remover manchas de roupas brancas. Ela faz parte do grupo de “produtos abrasivos” que são mais fortes e devem ser usados com maior cuidado. Geralmente, a água sanitária é indicada para a limpeza de ralos e vasos sanitários, pois tem grande potencial desinfetante. Caso você queira remover alguma mancha de roupa branca, o ideal é recorrer a um tira manchas próprio - existem diversas variedades desse produto que são bem eficientes.

3. Deixar as luzes acesas pode ajudar a economizar

Essa lenda é uma das mais clássicas e é muito provável que você já tenha escutado por aí: “é melhor deixar a luz acesa do que apagar e depois acender de novo”. Essa é uma frase perpetuada há várias gerações e, apesar de ser equivocada, não é totalmente errada.

A verdade é que, no que diz respeito às lâmpadas fluorescentes, realmente acaba sendo mais vantajoso deixar a luz ligada - mas apenas quando você pretende retornar ao local em um intervalo de até 15 minutos. Caso você vá ficar fora do cômodo por mais tempo que isso, o indicado é apagar a luz de vez.

Para quem quer economizar de verdade, a principal dica é trocar as lâmpadas fluorescentes (que possuem substâncias tóxicas e, por isso, devem ser descartadas separadamente) pelas de LED. Estas últimas são mais duradouras, econômicas e também mais sustentáveis, pois não possuem metais poluentes (como o mercúrio) em sua composição.

Resumindo: Quer economizar de verdade na conta de luz? Invista nas lâmpadas de LED. Neste caso, a regra é bem simples - toda vez que for sair do cômodo, lembre-se de apagar a luz!

4. Potes de plástico não podem ser colocados no micro-ondas

Mas calma, também não é todo pote de plástico que pode ser colocado no micro-ondas. Nos dias de hoje, existem vasilhas mais modernas e que seguem as determinações da Anvisa. Ou seja, de acordo com os órgãos de controle, existe um tipo de plástico que pode ser aquecido. O problema é que ainda existem recipientes de plástico que realmente não podem ser colocados no micro-ondas, pois possuem substâncias que podem contaminar a comida. Para que você não erre na escolha do pote para a marmita, o segredo é conferir se ele possui (ou não) o selo da Anvisa que permite o uso no micro-ondas.

5. Produtos multiuso podem ser usados em qualquer material

Apesar de permitirem um uso mais amplo, os produtos multiuso não são indicados para a limpeza de qualquer material. De forma geral, esses produtos servem para limpar pisos, revestimentos, bancadas e até mesmo eletrodomésticos de cozinha (como fornos, fogões e cooktops). No entanto, eles não são indicados para a limpeza de superfícies de madeira, vidro e muito menos de roupas. Para limpar esses outros materiais, você deve recorrer a produtos específicos - não tem erro!

Matérias: Economia do lar

Ver mais