Economia do lar

Cooktop por indução gasta muita energia? Conheça seus prós e contras

O cooktop por indução gasta mais energia que o fogão elétrico ou convencional, mas cozinha os alimentos mais rápido e pode ser mais vantajoso dependendo da forma como você usa o aparelho
O cooktop por indução gasta mais energia que o fogão elétrico ou convencional, mas cozinha os alimentos mais rápido e pode ser mais vantajoso dependendo da forma como você usa o aparelho

O cooktop por indução está em voga! Graças a sua usabilidade, esse tipo de fogão vem substituindo as opções tradicionais nas cozinhas brasileiras. Mesmo assim, fazer essa troca costuma gerar várias dúvidas sobre se o produto é, de fato, um bom investimento. Para te ajudar a conhecer melhor sobre esse aparelho, nós separamos os principais prós e contras do cooktop por indução. Continue lendo!

Afinal, cooktop por indução gasta muita energia?

Para gerar calor e aquecer o fundo das panelas, o cooktop por indução precisa de um campo magnético na hora de produzir energia. Com isso, o seu gasto energético costuma ser um pouco maior que o fogão elétrico comum e ele se torna menos econômico que o consumo de gás, o que é uma desvantagem para o produto.

Ao mesmo tempo, por ter um maior controle de temperatura, o aparelho por indução faz com que os pratos fiquem prontos mais rápidos, aproximando o seu consumo de energia aos outros modelos, dependendo da forma como você usa.

Diferente do fogão à gás, o cooktop por indução apresenta menor risco de queimaduras e incêndios

Por ser um modelo de fogão que funciona à base de indução magnética, o cooktop por indução só aquece se tiver uma panela de ferro, aço ou multicamadas em sua área de calor. Isso significa que ele reduz significantemente o risco de queimaduras e incêndios, o que é um ponto bem positivo para o aparelho, além de ser menos poluente que o consumo de gás.

Comparado com o modelo elétrico, o cooktop por indução é um investimento mais caro

Um dos pontos fracos do fogão de mesa por indução é o fato dele custar um pouco mais caro do que estamos acostumados, quando comparamos aos modelos convencionais e ao cooktop elétrico comum. E da mesma forma que outros fogões de mesa, você vai precisar investir em um forno à parte para deixar a cozinha completa, o que também acaba sendo mais um custo.

Cooktop por indução é bem mais fácil de limpar que o fogão comum

Contando como mais um ponto positivo, os cooktops elétricos (como o de indução) são bem mais fáceis de limpar que os fogões convencionais. Por não possuírem grades e entrarem em contato diretamente com a panela, basta passar um pouco de desengordurante com um pano microfibra na base do fogão para impedir que o aparelho acumule gordura. Assim, a limpeza mais aprofundada do cooktop pode ser feita apenas 1 vez por semana ou somente quando o fogão estiver muito sujo.

Com todos esses prós e contras fica muito mais fácil decidir se vale a pena investir ou não em um cooktop por indução, não é mesmo?

Matérias: Economia do lar

Ver mais