Alimentação

Como incluir variações do frango em todas as refeições do dia?

Usar frango para o preparo de sanduíches é uma boa opção para o lanche da tarde
Usar frango para o preparo de sanduíches é uma boa opção para o lanche da tarde

Entre os diferentes tipos de proteínas que podem ser consumidas nas nossas refeições durante o dia, o frango costuma ser uma das que fazem mais sucesso. Isso ocorre devido à sua versatilidade, já que essa carne pode ser preparada de várias formas diferentes, algo que sempre ajuda na hora de variar o cardápio e, por isso, agrada a todos os gostos. Além disso, o frango ainda é uma opção mais econômica em comparação com outros tipos de carne. Nós separamos algumas dicas para que você consiga repetir o frango no almoço e no jantar de uma forma prática, funcional e sempre saborosa!

No almoço, você pode usar a criatividade em uma série de pratos diferentes

Tanto no dia a dia quanto no fim de semana, apostar num prato para o almoço feito em uma quantidade grande para sobrar para o jantar acaba sendo uma opção superprática. Pratos com o frango cozido, como o tradicional estrogonofe ou um ensopado de frango com legumes são ótimos justamente por causa do rendimento. O salpicão, por mais que pareça complicado, também tem essa vantagem - e é bem mais simples do que parece depois que o frango é cozido e desfiado.

Nos dias de mais correria, o frango empanado em pedaços ou cubinhos salva a refeição com um pouquinho de arroz e feijão. Os pratos mais elaborados (as clássicas comidas de domingo) também podem aparecer na sua casa com o frango como proteína principal. Você pode fazer lasanhas, escondidinhos ou até mesmo tortas assadas. Isso sem contar com o frango assado em si, que pode ser preparado por inteiro ou em partes específicas, como as coxas e sobrecoxas.

No lanche, aposte nos recheios para sanduíche com frango

Uma das principais vantagens do frango desfiado é que ele pode ser misturado a diferentes tipos de ingredientes virando uma espécie de pasta, ideal para o consumo com pães. Para dar liga, escolha uma opção entre o requeijão, a maionese ou o iogurte natural. Depois, é possível incrementar a mistura com vários produtos, como queijos, presunto, milho, ervilha, azeitonas, salsinha e cebolinha ou coentro. Essa pastinha pode ser consumida com vários tipos de pães, tapioca ou, até mesmo, torradas e biscoitos.

Para o jantar, prefira combinações mais leves

Nos dias em que a comida do almoço não for suficiente para a próxima refeição do dia, o ideal é combinar o frango com alimentos mais leves, que não vão atrapalhar seus ciclos de digestão e de sono. Bem temperadinho, ele pode ser colocado com diferentes legumes no forno, para que todos assem junto, aumentando o sabor. A melhor parte é que essa opção pode ser colocada em prática com o filé de peito, coxa e sobrecoxa ou frango a passarinho, por exemplo. Se você e as pessoas da sua casa gostarem, também vale a pena investir nos miúdos do frango refogados em alho, cebola e outros temperos. O frango grelhado, opção clássica e prática, aparece como coringa para o jantar, já que funciona com saladas e outros tipos de acompanhamentos.

O tempero do frango é algo superimportante

Mesmo sendo superversátil e se encaixando em diferentes receitas, o frango tem certa dificuldade de absorver o sabor e pode acabar ficando insosso. Por isso, antes de prepará-lo é necessário que ele seja bem temperado, o que vai evitar o gosto ruim no resultado final. Você pode usar cebola, alho, ervas ou até mesmo temperos prontos - o que agradar mais o paladar da sua família. O ideal é misturar os ingredientes com o frango e deixá-los em um saquinho por algumas horas antes do preparo, para que a proteína tenha tempo de absorver o sabor.

Matérias: Alimentação

Ver mais