Alimentação

Comida à milanesa perfeita: veja dicas para deixar a crosta sequinha em diferentes tipos de preparo

  Deixar a comida à milanesa com a crosta sequinha e ainda mais saborosa é possível: basta seguir alguns truques infalíveis
Deixar a comida à milanesa com a crosta sequinha e ainda mais saborosa é possível: basta seguir alguns truques infalíveis

Só de ler a expressão "à milanesa" já dá aquela água na boca. É difícil achar quem não goste de um bom bife ou legume empanado, porque, quando bem feito, é certo que o prato vai ganhar muitos fãs. Mas isso nem sempre é uma tarefa fácil. Deixar a casca bem crocante, sequinha e ainda garantir a maciez interna não é simples. Por isso, reunimos alguns truques infalíveis para você virar mestre quando o assunto for comida à milanesa.

O bife à milanesa deve ser bem fino

Na hora de escolher o principal item para o seu prato, lembre-se que ele precisa soltar a menor quantidade de água possível para garantir a crocância da casquinha. Logo, você deve optar por um bife mais fino. Se possível, use aqueles amaciadores para bater no pedaço de carne ou frango antes de começar seu preparo. Dessa forma, será mais fácil fritar o pedaço de carne inteiro, sem correr o risco de ele queimar ou ficar cru.

Quanto mais seca a farinha de rosca, melhor será a crosta

A boa qualidade da farinha de rosca é um dos segredos do sucesso da comida à milanesa. Comprar no mercado é sempre a opção mais eficiente, mas se você gosta de preparar os ingredientes que cozinha, saiba que é possível sim fazer fazer a sua em casa. Para isso, compre pão francês ou italiano, corte em fatias e deixe secar no forno médio. Só cuidado para não queimar! Feito isso, quando o pão estiver bem seco, triture e use no preparo do seu prato. E atenção, a regra é clara: quanto mais seca a farinha, mais sequinha ficará a crosta. Mas se está com medo de o resultado não sair tão bom pode comprar no mercado mesmo que o sucesso está garantido.

Como saber se a temperatura é ideal para a fritura

A temperatura do óleo para fritar é um ponto importante, porque este é o momento de selar a casca da farinha para garantir uma milanesa deliciosa. A gordura não pode estar fria e nem muito quente, para não correr o risco de deixar o empanado encharcado de óleo, ou queimado por fora e quente por dentro. Por isso, é bom lembrar que a temperatura ideal é de 170°C a 180°C. Um truque interessante para saber se o óleo já aqueceu é colocar um palito de fósforo dentro da frigideira. Quando ele acender significa que está na hora de fritar a comida.

Os empanados devem ficar abertos na panela

Saber escolher a panela para fritura é um dos segredos para atingir um bom resultado. O ideal é dar preferência àquelas que são altas, porque assim você pode botar os bifes abertos. Inclusive, evite dobrá-los! A milanesa dos sonhos vai por água abaixo se a carne estiver toda enrolada. Depois, aqueça três dedos de óleo. A gordura deve ficar, pelo menos, com o dobro da altura dos empanados. Aliás, não se esqueça de diminuir a temperatura do fogo quando você começar a colocar os bifes na panela. Dessa forma, você evita que a comida fique crua por dentro e queimada por fora.

Dica para fazer berinjela à milanesa

Quando se pensa em um prato à milanesa, a primeira imagem para muitos é a de um bife. Mas também é possível fazer legumes à milanesa. A berinjela, por exemplo, fica uma delícia! O segredo para que a casquinha fique bem crocante - mantendo também o alimento bem macio por dentro - é substituir a farinha pelo fubá. Após temperar a berinjela, passe o alimento no fubá, depois no ovo batido com leite e, por último, no fubá de novo.

Na hora da fritura, tome cuidado para que as berinjelas não grudem. Se preferir, elas também podem ser assadas no forno. Seja qual for o jeito que você preferir, o resultado será o mesmo: elas ficarão sequinhas, crocantes e muito saborosas.

Adote opções à milanesa no churrasco

No churrasco do final de semana o espetinho à milanesa também cai muito bem. Algumas pessoas descartam essa opção por acharem que a receita é difícil de preparar, mas na verdade não tem mistério. Coloque os cubinhos de carne, frango ou algum alimento vegetariano nos palitos. Em seguida, passe tudo nos ovos, no leite, na farinha de trigo e na de rosca normalmente, como se estivesse fazendo um bife. Depois é só colocar na churrasqueira e ficar de olho. Vire à medida que a crosta for ficando dourada. Acredite: fica delicioso!

Como fazer comida à milanesa sem óleo

Para quem evita a comida à milanesa por conta da alta quantidade de óleo necessária para o preparo, a solução é usar a AirFryer. A fritadeira elétrica prova que é sim possível fritar de maneira saudável e ainda garantir o sabor delicioso da comida. O modo de preparo do alimento não tem segredo, já que é semelhante ao que antecede a fritura tradicional. Antes de colocá-lo no eletrodoméstico, deixe ele aquecer por cinco minutos a 200°C. Quando for iniciar a fritura mantenha a temperatura baixa e só vá aumentando aos poucos.

Para que sua comida à milanesa fique bem sequinha e crocante, a dica é borrifar uma colher de azeite durante o cozimento. O resultado é tão bom que quem experimenta nem desconfia que ela não foi preparada no modo convencional.

Truques para preparar a comida à milanesa no micro-ondas

Embora o micro-ondas tenha muitas funções, às vezes ele só é utilizado para esquentar as refeições. Mas você sabia que é possível usá-lo para fazer comida à milanesa? Sabendo as técnicas fica uma delícia! Sem falar que é uma opção mais saudável, porque leva uma quantidade menor de gordura.

O processo de preparo do alimento é parecido com o convencional. O truque para uma casca crocante é, antes de iniciar, torrar a farinha de rosca no micro-ondas e misturar o conteúdo com queijo ralado. Em seguida, tempere a gosto e empane os filés. Pincele com manteiga e leve ao micro-ondas por 6 a 8 minutos. Só não se esqueça de virar os bifes durante o cozimento. Vale a pena experimentar!

Matérias: Alimentação

Ver mais