Pets

Cardápio de alimentação natural para gatos: veterinária indica as melhores opções para os felinos

Composto por carnes, legumes e vegetais, o cardápio de alimentação natural para gatos deve ser bem variado e suplementado de acordo com as individualidades do animal
Composto por carnes, legumes e vegetais, o cardápio de alimentação natural para gatos deve ser bem variado e suplementado de acordo com as individualidades do animal

Composta por uma variedade de carnes, legumes e vegetais, a alimentação natural para gatos também pode fazer parte da dieta felina. Embora as rações secas e úmidas ofereçam uma alimentação mais completa, os alimentos naturais apresentam diversas vantagens quando prescritos de acordo com as necessidades do animal. E para te ajudar a montar um cardápio bem nutritivo, nós conversamos com a médica veterinária Nathalia Breder que indicou as melhores opções para os felinos. Confira a matéria!

Cardápio de alimentação natural para gatos precisa ter uma boa base proteica

Diferente da nossa alimentação, que pode ser sem carne, a dieta felina precisa ser composta por uma boa base proteica para oferecer todos os nutrientes necessários ao pet! As opções abaixo, por exemplo, foram pensadas com base em gatos adultos, saudáveis e em manutenção de peso (médio de 4,5 kg) e possuem diversas opções de proteínas que podem ser oferecidas aos felinos, como patinho, fígado e carne de frango cozida.

Opção 1

Quantidade diária: 135 g com 260 kcal.

- Patinho bovino moído cozido (70 g);

- Batata-doce cozida (10 g);

- Abóbora vermelha cozida (20 g);

- Couve manteiga cozida (20 g);

- Fígado bovino cozido (15 g);

- Azeite extra virgem (5 g);

- Sal comum (1 g);

- 1 colher (café) rasa de farinha de aveia crua;

- Ômega 3 (recomendado de acordo com a necessidade e prescrito pelo médico veterinário nutricionista);

- Suplemento multivitamínico/mineral (recomendado de acordo com a necessidade e prescrito pelo médico veterinário nutricionista).

Opção 2

Quantidade diária: 135 g com 230 kcal.

- Peito de frango cozido (70 g);

- Batata-baroa cozida (10 g);

- Cenoura cozida (20 g);

- Brócolis cozido (20 g)

- Fígado de frango cozido (15 g);

- Azeite extra virgem (8 g);

- Sal comum (1 g);

- 1 colher (café) rasa de farinha de aveia crua;

- Ômega 3 (recomendado de acordo com a necessidade e prescrito pelo médico veterinário nutricionista);

- Suplemento multivitamínico/mineral (recomendado de acordo com a necessidade e prescrito pelo médico veterinário nutricionista).

Apesar dos benefícios, a alimentação caseira para gatos deve ser suplementada com minerais e vitaminas

Embora as opções de cardápio sejam bem equilibradas e possuam bons ingredientes, a médica veterinária Nathalia Breder reforça que a suplementação de vitaminas e minerais é essencial para compor uma boa alimentação caseira para gatos.

"O uso de suplementação específica para gatos que fazem alimentação natural caseira é obrigatório e deve ser prescrito de acordo com a necessidade do pet, de forma individualizada, por um profissional capacitado. Sem a suplementação, os cardápios ficam deficientes em minerais como cálcio, ferro, selênio, cobre, iodo e zinco e também em vitaminas como quase todo o complexo B (B1, B2, B6, B9), colina e vitaminas D e E", explica.

De acordo com Nathalia, os gatos precisam um aminoácido essencial chamado taurina, adquirido através dessas suplementações. Sem ele, a deficiência do nutriente pode causar uma série de problemas ao organismo felino, como a degeneração da retina (olhos), problemas de reprodução, deficiência na formação fetal e até doenças cardíacas.

Porém, mesmo com a suplementação, é importante que a alimentação natural só seja mantida se tiver um acompanhamento.

"Se o gatinho tiver alguma comorbidade, como doença renal, hepática, diabetes e outras, a alimentação deve passar por supervisão e adequação nas quantidades indicadas e alimentos utilizados. Por isso, ela não é recomendada sem um acompanhamento profissional", afirma a especialista.

*Nathalia Breder (CRMV/RJ 9287) é formada em medicina veterinária pelo Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) e mestranda em Nutrição pela Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Matérias: Pets

Ver mais