Economia do lar

Aprenda a montar uma cesta básica a partir de R$ 50

É possível fazer cestas básicas com R$ 50, R$ 75, R$ 100 ou R$ 150
É possível fazer cestas básicas com R$ 50, R$ 75, R$ 100 ou R$ 150

Para ajudar o próximo e praticar a solidariedade, uma boa dica é montar cestas básicas para doação. Elas são compostas por produtos e alimentos fundamentais, fornecendo tudo de mais básico (arroz e feijão, por exemplo) que uma família precisa. Só que existem diferentes formas de montar essas cestas, pois tudo depende do orçamento que cada um possui e do tamanho da família que receberá a doação. Para te ajudar nesses pontos, nós ensinamos a montar cestas básicas com diferentes orçamentos - 50, 75, 100 e 150 reais. Confira já e aprenda!

Cesta básica de até R$ 50,00

Pode até parecer que R$ 50,00 é pouca coisa para montar uma cesta básica, só que com as dicas certas dá para fazer um kit com tudo que é necessário. No entanto, a cesta será um pouco menor e, por isso, não deve atender famílias muito grandes.

Comprando os produtos da Qualitá - e usando um orçamento de R$ 50,00 - é possível fazer uma cesta básica bem completinha: 2 sacos de arroz branco, 2 de feijão preto, 1 de açúcar e outro de sal (com 1 kg cada um), 2 de macarrão tipo espaguete (500 g), 1 óleo de soja (500 ml), 1 lata de leite em pó (400 g), 2 latas de atum e mais um pacote de biscoitos (wafer ou sortidos). A partir desse primeiro planejamento, você pode se guiar para fazer todos os outros - fica a dica!

Cesta básica de até R$ 75,00

Quando o orçamento chega a R$ 75,00, é possível montar uma cesta básica um pouco mais caprichada. O ideal é aumentar a quantidade daqueles itens realmente essenciais - arroz, feijão, macarrão, sal e açúcar. Mas, além disso, uma boa dica é acrescentar outros itens importantes, como a farinha de trigo e de mandioca. Alimentos extras como o pó de café, latas de milho, ervilha e até mesmo salsicha também são aquisições interessantes.

Para garantir uma cesta básica com todos os alimentos fundamentais, siga o orçamento que fizemos com R$ 50,00. Assim, você garante que o básico (arroz, feijão e macarrão) não falte de jeito nenhum. Com os R$ 15,00 extras, você pode comprar mais um saco de açúcar, dois de farinha (uma de trigo e outra de mandioca), um sachê de molho de tomate e mais uma lata de milho ou ervilha.

Cesta básica de até R$ 100,00

A cesta básica de R$ 100,00 já é bem completa e consegue atender famílias maiores. Para simplificar, uma boa dica é dobrar a quantidade de todos os itens que citamos no orçamento de R$ 50,00 - 4 sacos de arroz, 4 de feijão, 4 de macarrão, 2 de açúcar, 2 de sal e por aí vai. Assim, você monta um kit bem completo e com os alimentos mais nutritivos.

Estima-se que 1 kg de arroz é suficiente para servir uma família de quatro pessoas durante o período de quatro dias. Levando em conta que a cesta básica será formada por 4 kg de arroz e mais 4 kg de macarrão, já é o suficiente para prover a alimentação básica de quatro pessoas no período de um mês.

Mas caso você não queira dobrar a quantidade de todos os itens (como atum, leite em pó ou biscoitos, por exemplo) outra dica interessante é acrescentar os que citamos no orçamento de R$ 75,00 - como a farinha e o café, por exemplo, assim como outros extras - margarina, fubá e sardinha.

Cesta básica de até R$ 150,00

Quando o orçamento é de R$ 150,00, dá para montar uma cesta básica bem mais completa e cheia de alimentos/ produtos extras. Uma dica muito interessante é justamente fazer um outro kit com produtos de higiene e limpeza. Com cerca de R$ 30,00, por exemplo, dá para comprar dois sacos de papel higiênico folha simples com 8 unidades, dois cremes dentais, uma caixa com 5 unidades de sabão de coco e 4 detergentes com 500 ml. Já os outros R$ 120,00 do orçamento podem ser gastos com os alimentos básicos da cesta - siga o planejamento que fizemos de R$ 100,00 e depois complete com os itens que julgar serem mais necessários.

Matérias: Economia do lar

Ver mais