Economia do lar

5 motivos para cozinhar mais em casa

Quando você cozinha a própria comida passa a se alimentar melhor
Quando você cozinha a própria comida passa a se alimentar melhor

Convenhamos, comer na rua é bem prático. Afinal, não é preciso pensar antes no que preparar e ter que se programar para fazer pratos para a semana toda. Ao mesmo tempo, uma vez que descobrimos os benefícios de cozinhar em casa é difícil querer abrir mão deles. As vantagens são muitas, mas aqui vamos listar apenas 5, que já são suficientes para convencer qualquer um a fazer a própria comida com mais frequência.

Fazer compras no mercado é bem mais barato

É claro que essa tinha que ser a razão nº 1! Afinal, quando mexe no bolso a gente presta até mais atenção. Comprar a comida no mercado é indiscutivelmente mais barato. A não ser, claro, para quem come pouca quantidade no restaurante a quilo e gosta de pratos mais caros. Ainda assim, o mais provável é que a primeira opção saia mais em conta mesmo. Sem falar que dá para aproveitar promoções e comprar mais por menos, o que deixa tudo ainda mais econômico!

Um incentivo a mais para quem ainda não trocou o cardápio pela cestinha é pensar nas vantagens dessa economia. A longo prazo o dinheiro não gasto pode pagar uma viagem ou então comprar aquele item desejado há tanto tempo. Basta calcular quanto custa comer na rua e o preço de preparar a refeição em casa. Em geral apenas isso faz qualquer um mudar de ideia.

Saber o que está comendo evita problemas de saúde

Por mais que a comida do restaurante seja muito gostosa a gente nunca sabe quais ingredientes foram usados nela. Você sabia, por exemplo, que alguns lugares de comida à vontade enchem a massa de fermento para que as pessoas se sintam satisfeitas mais rápido? Para quem tem alguma alergia é pior ainda, porque aí mesmo que não tem como ter certeza se a comida vai causar alguma reação ou não.

Já quando a refeição é feita em casa não tem erro, porque fomos nós que a preparamos. Assim temos como saber se estava tudo na validade, se os alimentos foram bem higienizados e se o próprio manuseio foi feito da maneira certa. Acredite, aquela dorzinha chata no estômago que às vezes sentimos depois de comer na rua desaparece quando tudo é feito pela gente.

A relação com a comida muda

Algumas pessoas simplesmente comem tudo de forma mecânica sem nem saborear a comida direito porque estão sempre com pressa. Mas quando somos nós que fazemos a refeição dar atenção a ela passa a ter um significado especial. Afinal, para prepará-la alguns alimentos foram parar no lixo, como a casca do alho ou a gordura da carne. Com o tempo quem cozinha começa a perceber que quase sempre há algum desperdício, e respeita ainda mais o que está no prato. Até quem não gosta de comer vai começar a sentir um certo prazer na hora das refeições.

Você passa a comer melhor

É bem comum que com o tempo substituições sejam feitas. Aqui saem os ingredientes menos saudáveis e entram os mais nutritivos. Por que margarina, se temos manteiga? Ou refrigerante, se o suco é uma ótima alternativa? Para dar mais sabor aos alimentos também começamos a usar mais temperos e até trocamos os ingredientes da receita para que eles se adequem ao nosso paladar. Aí percebemos que aquele legume sem graça pode ser muito saboroso, ou então que salada é uma ótima pedida de acompanhamento para o almoço. No fim, o resultado é mesmo: comer em casa nos ajuda a se alimentar melhor.

Ver que a comida ficou boa é gratificante

Um dos pequenos prazeres da vida definitivamente é perceber que a comida que nós mesmos fizemos está deliciosa. Isso não só dá mais confiança para tentar preparar outros pratos como também é ótimo para a autoestima, já que percebemos que a tarefa de cozinhar, que um dia pareceu impossível, não é tão complicada assim. Se comer uma refeição saborosa é bom, quando ela foi feita pela gente é melhor ainda!

Matérias: Economia do lar

Ver mais