Economia do lar

5 dicas para umidificar o ar dos ambientes

Para umidificar o ar da casa, uma ótima dica é forrar os ambientes com vasos de plantas (como samambaias, espadas-de-são-jorge e outras)
Para umidificar o ar da casa, uma ótima dica é forrar os ambientes com vasos de plantas (como samambaias, espadas-de-são-jorge e outras)

Garantir uma boa qualidade do ar nos ambientes da casa (principalmente no que diz respeito ao nível de umidade) é fundamental para a saúde, sabia? Isso porque, quando o ar está muito seco, é comum surgirem sintomas de alergia, tosse, dor de cabeça, ressecamento nasal e ocular - o que, a longo prazo, pode causar problemas respiratórios frequentes. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), inclusive, o nível de umidade do ar ideal para um ambiente interno é de no mínimo 45%. Caso as taxas fiquem mais baixas que esse número - o que ocorre muito por conta do uso excessivo do ar-condicionado, por exemplo - é necessário ficar alerta com algumas questões de saúde. Então, para evitar esse tipo de problema, nós separamos 5 dicas de como umidificar o ar de forma simples no dia a dia. Vale a pena conferir!

Dicas de como umidificar o ar da casa

Para quem não sabe, existem algumas dicas simples (como usar toalhas úmidas e baldes de água) que ajudam bastante a manter um bom nível de umidade do ar nos ambientes. Aqui, a nossa sugestão é colocar esses truques em prática no dia a dia - principalmente em períodos de pouca chuva - para evitar que o ar da casa fique muito ressecado.

1. Limpe sempre o filtro do ar-condicionado

A primeira dica para cuidar da qualidade do ar da casa é criar o hábito de sempre limpar o filtro do ar-condicionado. Isso porque, mesmo quando o aparelho tem um bom sistema de purificação do ar, ocorre um certo acúmulo de poeiras no filtro. Com o passar do tempo, essas sujeiras são lançadas no ambiente e podem causar problemas respiratórios. Por isso, a nossa dica é lavar o filtro do ar-condicionado na água corrente com detergente neutro pelo menos a cada 15 dias. Faz muita diferença, pode apostar!

2. Tenha plantas dentro de casa

Você sabia que a presença de plantas (principalmente as aquáticas) ajuda muito a umidificar o ambiente? Isso porque elas ajudam no processo de purificação do ar e também conseguem liberar umidade no dia a dia. Por isso, a nossa dica é forrar a casa com vasos de samambaias, espadas-de-são-jorge, jiboias, antúrios e outras - que são realmente indicadas para melhorar a qualidade do ar. Apenas lembre-se de regar as plantas e, se necessário, deixá-las sob o sol diariamente, tomando todos os cuidados necessários para cada espécie.

3. Deixe um balde de água no quarto

Embora seja algo simples, recorrer a um balde de água para tornar o ambiente mais úmido também dá supercerto. Por isso, a nossa dica é encher um recipiente com água corrente e deixar perto da cama. Caso você tenha o hábito de deixar o ar-condicionado ligado direto, por exemplo, um bom truque é deixar uma bacia com água perto do aparelho para manter os bons níveis de umidade do ar.

4. Coloque uma toalha úmida perto da cabeceira

Na hora de dormir, outra ótima dica é colocar uma toalha molhada na cabeceira da cama ou apoiada em uma cadeira. Assim, você evita que o ar do quarto fique muito ressecado e garante mais conforto durante a noite. Criando esse hábito, é possível prevenir uma série de problemas respiratórios a longo prazo.

Obs.: Apenas tome cuidado para não pendurar a toalha em cabeceiras ou superfícies de madeira - pois, nesse caso, o material tende a ficar manchado e apodrecido com o passar do tempo.

5. Recorra ao umidificador de ambientes

Caso você queira uma solução mais direta e eficiente para evitar o ressecamento do ar, a melhor dica é recorrer ao umidificador de ambiente. Esse aparelho eletrônico pode ser usado em todos os cômodos da casa e ajuda a manter os níveis de umidade do ar dentro do padrão desejado - funcionando como grande aliado de quem sofre com problemas respiratórios. O ideal é que você recorra a esse tipo de umidificador ao menos na hora de dormir.

Matérias: Economia do lar

Ver mais